domingo, 29 de março de 2020

Deixando ecoar


Deixe ecoar... 

os sorrisos ,
os abraços,
as saudades,
 as esperanças... 

Desapegue-se...

dos rancores,
dos mau humores,
 das mágoas,
dos reclames... 

Dois conselhos, oito passos
  possíveis de praticar. 
Ponha empenho, 
força de vontade, 
perceba o que mudar.

Insultos, calúnias, zombarias
facilmente, podem envenenar
e, depois do mal feito,
fica difícil consertar. 

Fé no amor, na amizade
 na bondade em ação,
na prática do bem,
na prática da gratidão.



Receita da felicidade pessoal

sempre, sempre, sempre Sorria e Agradeça a tudo e a todos. Acredite na força do Amor.






domingo, 15 de março de 2020

Águas cantantes


Ouvia-se com clareza,
 ecoando alto som,
 por todo recanto entranhado
 nas pedras e desvãos
 recortados na fonte 
 das águas cantantes
 correndo ligeiras
 por entre seixos e folhas
 criadas em corredeiras. 


A princípio, poucos souberam
 e fizeram ouvidos moucos,
 afinal, são tantas falas,
 as dos corvos roucos,
 que convinha averiguar
 se o fato era verídico,
 se constava aprofundar
 os reclames espargidos.  



Veio o grilo e chilreou
cuidadoso, baixinho,
 que ouvira do mocho
no meio do caminho,
contado a boca pequena
em zunido singular
que o sapo se esforçava 
em replicar, mas, de pequena
sua boca nada tinha
e, danou-se a coaxar. 

Duas abelhas atentas
correram a acalmar
o sapo, que todo nervoso
 não parava seu cantar.
Em sobrevôo elegante
elas zumbiram segredos
que calaram o sapo
agitado dando-lhe
bons conselhos.

Até hoje não se sabe
o que de fato ocorreu
sobre as pedras e desvãos
da fonte cantante
que nem por segundos
interrompeu sua
 linda melodia e,
por entre seixos e folhas
correu livre e brilhante
suas águas cristalinas.


" ... e a fonte a cantar, chuá, chuá
e as água a correr, chuê, chuê..."





sábado, 7 de março de 2020

Benditas sejam- dia internacional da Mulher







Os caminhos foram muitos, até aqui. Uns intensos, outros tocantes, alguns pesarosos, contidos, porém, houve os festivos, os cantantes, os cheios de ressonâncias, os vibrantes, os pedregosos, os suaves, ternos e calmos e, também, os tempestuosos; houve os de largos instantes,  os breves demais, os serenos,  e ainda os alvissareiros, do quais fiz memórias imortais.
Em alguns fiz passo apressado. Em outros aproveitei a viagem. Derramei lágrimas e soltei risos abertos torcendo que encontrassem eco nos giros do tempo. 
Dos abraços e sorrisos dos caminhos fiz colares coloridos a me enfeitarem os dias.












Às maravilhosas mulheres acontecidas em meus caminhos, dedico enorme admiração e agradecimento por serem quem são e por tudo que me acrescentaram.


Peço desculpas por não ter fotos de todas que gostaria de aqui postar. Quando mudei de celular muitas fotos se perderam. 


Desejo que as flores estejam em cada passo dos nossos caminhos!

Parabéns, mulheres !



segunda-feira, 2 de março de 2020

2ª edição- BC- Poetizando e Encantando


Em mais uma aplaudida iniciativa de interação na blogosfera, inicia-se a 2ª edição da BC capitaneada pela Profª Lourdes Duarte: "Poetizando e Encantando" em seu blog: filosofandonavida.blogspot.com 




 A iniciativa visa  incentivar o gosto pela poesia, a apreciação pelos diferentes estilos e participações, o estreitamento das amizades/interações na blogosfera. A partir de imagens motivadoras sugeridas pela coordenadora da BC, os participantes criarão suas obras poéticas. As postagens acontecerão duas vezes ao mês( de 15 em 15 dias), para dar folga de tempo às leituras e comentários. 




Se na pálpebra ficar
véu em cinza cor
molhando o olhar,
Se pelas faces
a lágrima descer
e o choro nublar,
Se no peito morar 
aperto e mágoa
pesando o pensar,
 Se da vida quiser
se esconder, 
se render,
 se entregar,
 junte as mãos,
 solte o pesar,
 veja o brilho
retido em 
teu sonhar.



Cara Lourdes, dou-te meus parabéns por mais esta linda iniciativa.
Entro na ciranda... vamos todos cirandar!



sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Pedacinhos coloridos de saudade



"Confete, pedacinho colorido de saudade..."


Das boas memórias que vivi neste carnaval em Conservatória, esta foi  sem dúvida, a fortemente simbólica pra mim: a rua salpicada de confetes. Chão pisado em coloridas marcas das alegrias cantadas. Chão gêmeo ao da minha infância em época igual. Chão coalhado de sonhos e fantasias embaladas pelas músicas antigas hilárias e jocosas.

Foram quatro dias de muito riso e ótimas recordações musicais. A cidade transborda de gente alegre em fantasias caprichadas e animação constante. Em cada rosto vê-se a motivação genuína da folia momesca; tempo de sorrir e cantar. 




O clima musical contagia  e provoca ousadias, mesmo que sejam de brincadeira.




Os blocos se alternam desde cedo até noite alta. Alguns com composição própria, como a do bloco:   Qual é o Tom!

" Conservatória, 
conta tua história
que eu quero ouvir.
Conta em verso e prosa,
hoje é carnaval
eu vou me divertir. 

É ré maior
É ré menor
É rebolado,
 o nosso bloco
É animado!




quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Elementar, meu caro Watson




Estamos ( ao menos aqui na região sudeste) à mercê das enxurradas: das águas das chuvas, das correrias do dia, das notícias desagradáveis...O bom é que não nos rendemos acomodados , creio eu, e mais que crer, realizo.

O mundo está alarmado diante das notícias da ameaça do coronavírus. Claro, não é pra menos, mas, a China tem aspectos e faces culturais muito interessantes e benéficas. Li sobre um interessante aspecto de cuidados com a saúde. 
Os cinco sabores da medicina tradicional chinesa, enfatizam nos sabores, os saberes para uma vida mais saudável.
A partir dos cinco elementos: madeira, fogo, terra, metal e água, relacionam-se os sabores: ácido, amargo, doce, picante e salgado sendo aliados da nutrição e proteção ao bom funcionamento dos órgãos por eles favorecidos.

Madeira ( fígado)__ sabor ácido: brotos de feijão, broto de girassol e de quinoa, folhas verdes.

Fogo ( coração)___ amargo: jiló, quiabo, frutas refrescantes, tipo a melancia, flavonóides e antioxidantes, chocolate meio amargo. 

Terra ( baço)___ doce: mandioca, carne de porco( rica em selênio), arroz e a jujubae ( fruta chinesa encontrada desidratada em São Paulo). 

Metal ( pulmão)___ picante: frutas cítricas e painço( cereal pouco usado no Brasil) magnésio, triptofano e fósforo. 

Água ( rins) ___ salgado: castanha do Pará, nozes e elementos com selênio, ômega 3 e 6, vitaminas C/E e potássio. 

A relação da MTC com os sabores dos cinco elementos considera tal dieta de eficaz ajuda na harmonização da personalidade e da saúde. Como alia um balanço equilibrado para o bem estar físico e mental, acho que vale a pena  conferir com adequação, porque dietas severas ( vamos combinar) tiram o sorriso do rosto, neh!  
Fato é, que a gente sempre peca pelo excesso. Escorregamos nas gulodices e acabamos por pagar um preço( às vezes alto) por isto. 





segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

A majestade das árvores




Posta a questão: Qual elemento é mais forte, o ferro ou a madeira?

Acredito que de pronto responderíamos: o ferro. Nos enganaríamos redondamente no quesito durabilidade.A madeira dura( vive) muito mais que o ferro, até porque se trata de organismo vivo. Conta a história( não é lenda) que carpinteiros especializados em templos japoneses, dedicados à reforma e manutenção dos mesmos, afirmam que a madeira por mais antiga que seja, continua viva; com destaque para a madeira de hinoki-árvore milenar,sendo usada de forma correta dura mais de dois mil anos. 




Há alguns anos atrás, numa região japonesa conhecida por sua extensa área verde com mais de 70 mil árvores, sofreu grandemente com a ação do tsunami de 2011, mas surpreendentemente uma única árvore resistiu: um pinho de cerca de 25 metros de altura. Foi chamada de a "Árvore Milagrosa".




Os egípcios consideravam a tamareira como a árvore da vida e levavam-na para dentro das casas em dias de celebrações e a  enfeitavam com espécies de biscoitos doces para as crianças.



Esta acima é a chamada "árvore da vida" Ela tem inspirado místicos e artistas de todo o mundo.É uma das árvores mais intrigantes da Terra. Tem aproximadamente 400 anos. Vive altiva e solitária no meio do deserto do Bahrein, espécie algarroba, no topo de uma colina de areia, longe de tudo e de todos.A árvore é local de peregrinação. 




O assunto das árvore me voltou à lembrança, ontem, quando fui passear numa feirinha vegana. Dentre muitas barraquinhas, havia uma de lindas bijuterias feitas em pequenos e variados cristais de muitos feitios e cores. Me chamou a atenção  uns cordões encrustados em prata com cristais na forma da árvore da vida. A curiosidade da simbologia derramou-se aqui.


" Olha estas velhas árvores, mais belas
Do que as árvores moças, mais amigas,
Tanto mais belas quanto mais antigas,
 Vencedoras da idade e das procelas...!

(Olavo Bilac- Velhas árvores, poema)



segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

Poás em alta



"Um pierrot apaixonado
 Que vivia só cantando,
     Por causa duma colombina
Acabou chorando..." 

( revista Fon-Fon)


As marchinhas dos antigos carnavais são pra mim, a melhor tradução dos folguedos de Momo.
Na faceirice dos poás entrei fevereiro cheia das boas lembranças dos carnavais da minha infância. Todos os anos eu trajava uma fantasia . Minha mãe e minha tia se esmeravam nas peças pra mim e para minha prima. Fomos bailarinas, odaliscas, piratas, holandesas, colombinas... que atualmente estão em cada vitrine de loja para crianças. Deve ser por causa do tecido de poá. 

Mas, as que vejo hoje, nem de longe se comparam às de meu tempo de menina. Eram primorosamente confeccionadas. Saias de tule davam armação à saia de cetim branco com "bolonas" pretas. Grandes pompons pretos adornavam o corpete e o adereço da cabeça. Era um traje vistoso, com as devidas desculpas pelo trocadilho. 
Eu adora mais me fantasiar do que propriamente brincar nas matinês. 


Carnaval era sinônimo de grande farra com primas e primos, confetes e serpentinas.

( Blog do Jcarlos)

As marchinhas dançantes eram buliçosas sem serem ofensivas. Bons tempos!  








terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Roda interativa- Vamos brincar com a Chica


Em roda interativa cheia de faceirice, Chica convida em: sementesdiárias.blogspot.com  



Brincar com palavras, aguça e enverniza pensamentos. 

Roda alegre a convidar para com Chica brincar. 

Janeiro indo, fevereiro aí está, vamos brincar! 



Detalhes e faceirices sugerem leituras do mundo da moda.




Estampas com faceirice dos poás nunca saem de moda. 




Heroína na telinha animada, Lady Bug é sucesso. 




Vermelho em poás branco acentua faceirices. 


Quebrei a regra, respeitei o mote, brinquei aqui.


segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

A saudade que nos habita





Foi por acaso ou por propósito, já que o acaso não existe, eu ter descoberto que em 30 de janeiro é comemorado o dia da Saudade no Brasil. Seja lá o que significa o verbo comemorar em tal condição. Atrás da informação vieram alguns conselhos como esclarecimentos para os tipos de saudades: 

Saudade de casa( seja o lar físico, seja o lar emocional):experimento dela sempre que viajo; quando sinto a saudade bater sei que está na hora de regressar. 

Saudade da família, da parentada que foi célula-mater da infância e que agora está espalhada pela geografia da nação.

Saudades dos filhos que deixaram o ninho e voaram pra terras distantes, realidade de muitas mães. Pra esta saudade não há remédio. Só band-aid pra dar leve conforto.

Saudade de quem se foi( dispensa justificativas) acolhe palavras confortadoras, como:

"Ela deve ser compreendida para que se amenize o impacto causado."

"Quando o assunto envolve o ente querido que já partiu, a saudade em demasia, de forma melancólica e questionadora o afeta onde estiver. Isto é, a pessoa não conseguirá descansar em paz ou seguir sua missão, por receber vibrações negativas quase que o tempo inteiro de pessoas que ela ama, mas teve que deixar. 
O sentimento de gratidão e amor é sempre bom para melhorar o direcionamento de quem se foi, essa pessoa querida precisa entender que está tudo bem, você seguirá em frente e que deseja que ela se sinta amada sempre.
( Chico Xavier) 

Há receitas pra uma infinidade de sentimentos e posturas que considero de grande importância para o aprimoramento pessoal, cabe-nos filtrar em bom senso as diretrizes, afinar as melodias sopradas e diferenciar o canto das sereias.  

Pôr amor no transcorrer da horas, 
conversar mais com amigos e parentes,
lembrar-se dos bons momentos,
procurar conselhos e ajuda de quem sabe mais,
ocupar a mente,
 aprender algo novo,
arrumar um novo hobby,
praticar exercícios físicos. 

Que a harmonia faça morada em nosso sentir!



quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Fé e belezas


Pronto, ano novo de novo e, nos sopros de esperanças cultivadas vamos rebordando os dias. Comecei a missão desde o finzinho do ano, que há pouco se foi, embarcada nas ressonâncias do Natal maravilhoso com a família quase toda reunida. Na esteira das múltiplas alegrias desembarcamos eu e a filhota em Salvador. 
 Terra de cores, sabores e muitos sons. Vimos lindezas, saboreamos delícias, curtimos lugares históricos, lindas igrejas, belos recantos, praias e divertimentos. Um balaio de dias sensacionais. 



Tudo isso, acrescido dos confetis na cobertura deste bolo, a desvirtualização com o amigo Toninho. Já o sabia um cavalheiro, pois, daí só veio a confirmação de sua gentileza inata. Foi buscar-nos no hotel e levou-nos num city-tour lindíssimo pela terra de Todos os Santos. 
Tive enorme satisfação  em conhecê-lo. Obrigada por tudo, Toninho.



Hoje acontece a tradicional lavagem das escadarias da igreja do Senhor do Bonfim. Que as águas perfumadas abençoem todo o povo brasileiro! 




Salve Salvador, cidade vibrante de cor e luz! Deixou-me saudades ! 





sábado, 11 de janeiro de 2020

Travessuras de montão



Meu arteiro de mão cheia.


Só de olhar já me refresco
 e até penso em buscar agasalho,
mas, estaco de repente,
pois, o frio visto,
não é o que se sente.   



Com pose de grande explorador das planícies geladas. Figurinha!


Tá um craque nos esportes de inverno.



Uma dupla muito levada descobrindo mil possibilidades de reinações. Meus netos amados!




" Sou a soma de todas as experiências que já passei."



Pode ser inverno ao redor, mas, tendo um verão a cintilar n'alma, qualquer estação é cheia de alegrias!