quinta-feira, 16 de junho de 2022

Uma imagem- um conto/ junho


"Cerca no caminho" original pintado  

com a boca e o pé por Stanislaw Kmiecik  


A série iniciada em 2021 pela Norma Emiliano segue propondo a escrita criativa ante as imagens do calendário feito por  pintores com a boca ou os pés. 

Boas surpresas

O grupinho da rua Alta era conhecido por suas mirabolantes aventuras. Viviam se metendo em mil travessuras e dentre muitas invencionices, se achavam os detetives da rua.

Aquele dia, resolveram se aventurar por sítios mais distantes. Montados em suas bicicletas apostavam corrida em meio a estradinha de terra que se embrenhava floresta adentro. Foram surpreendidos com uma cerca em meio do caminho. Ficaram intrigados. Se aproximaram devagar observando toda cercania se certificando se havia algo estranho por ali.

Mais curiosos que medrosos chegaram na beirada da cerca e o que viram os deixou animados. Havia um jardim bem cuidado, com muitos canteiros de flores variadas, folhagens em muitos tons de verde e árvores centenárias guardavam atentas toda aquela natureza preservada. 

Cheios de empolgação, combinaram organizar um piquenique para o fim de semana com direito a guloseimas, jogo de peteca, prancha de escorregar e outras peraltices. 



quinta-feira, 9 de junho de 2022

Detalhes visitados



A importância dos cenários novos em que por vezes nos encontramos acende lembranças e curiosidades no olhar. Ao mudarmos de vistas nos vemos cercados(as) de detalhes interessantes despertando satisfações emotivas.

Quando nos inserimos ao arredor somos tocados(as) por belezas, sutilezas e surpresas inusitadas e isso enfeita as horas, enfeita a vida de forma marcante, nos levando pela mão de encontro a outros mundos visitados na fantasia das histórias.

Somos inspirados por cenas antigas, por poemas, por personagens e muitas das vezes, nos sentimos atuando dentro daquela situação que a memória nos traz.Por instantes, deixamos a realidade e adentramos ao mundo dos sonhos despertos.

Experimentamos a leveza e a liberdade de sonhar. Como é bom trazermos novidades ao cotidiano conhecido e deixarmo-nos contagiar pelas oportunidades vindas nas lembranças curiosas. 

Como disse, Mia Couto:" O paraíso não é um lugar, é um breve momento que conquistamos!"

Então, vamos à conquista de belas vistas!




quinta-feira, 2 de junho de 2022

A inteireza do florir





 Quando muda pequena
mal imaginava o porvir
como, então, se tornaria
de frágil haste esguia
a frondosa figura alta
de aventuras vividas
entre um e outro dia,
promessas do amanhã
que ventos dançantes
por vezes, assustadores,
rosnaram em seus galhos,
lamentos cantantes nos
 ramos e nas folhas
tombadas sobre o chão,
este, que a viu crescer 
 e sustenta-lhe  na dor
de florir a esperança
dos brotos que virão.




terça-feira, 24 de maio de 2022

Nem só de flores se faz uma primavera







 Nem só de flores acontece a primavera. No sábado passado tive uma experiência nova.

Ia a tarde ao meio após uma manhã ensolarada de clima agradável, quando começaram a pipocar mensagens no celular com avisos de tempestade com ventos fortes.

Corremos do parque da Estrela de volta pra casa bem rápido enquanto já sentíamos os ventos soprarem mais fortes.Em casa e seguros, vimos as rajadas aumentarem com potência levando papelões pelo ar, sacudindo cadeiras e mesas do jardim.Não se passou mais de 5 minutos e tudo serenou, mas, a luz elétrica caiu e com ela a internet.Ficamos na expectativa do retorno de ambas. 

As horas foram passando sem notícias. Noite alta descobrimos que muitas árvores caíram derrubando fiações por toda cidade.

O que para nós pareceu uma forte e rápida tempestade por aqui, foi, na verdade, um ciclone que atingiu várias áreas da cidade causando muitos estragos materiais. Assim, ficamos sem energia elétrica e internet por três dias. Um desassossego só, mas, sem maiores consequências além do desconforto na rotina.

Ontem às 17h a normalidade retornou. Todo mundo comemorou! 


"Olhe estas velhas árvores, mais belas
Do que as árvores novas , mais amigas:
Tanto mais belas quanto mais antigas,
Vencedoras da idade e das procelas[...]" 
(Trecho/poema Olavo Bilac)


domingo, 15 de maio de 2022

Parque-jardim das tulipas-Canadá

O  festival da tulipas em Ottawa/Canadá é um dos eventos mais aguardados na capital federal. Um encantamento sem fim, pois, além de expor florações multicores é marco oficial da abertura da primavera no país. 

O festival acontece sempre na segunda semana de maio e atrai a população local e visitantes.O Parque é imenso. Oferece lazer e distração pra toda família e para todas as idades com seus amplos espaços gramados, um lago margeando os arredores onde muita gente pratica esportes aquáticos.

A prática do picnic é comum em todo parque. Toalhas de xadrez destacam-se nos gramados fazendo cenário ainda mais colorido e festivo.

Há nos rostos dos frequentadores uma alegria palpável, um sorriso cordial,uma vibração maravilhada em meio a toda natureza exuberante ali presente como convite para desfrutar das belezas da vida.

Foi, pra mim, um passeio maravilhoso e repleto da alegria de ver além das belezas expostas, a alegria das pessoas em voltar a viver com liberdade e plenitude.