domingo, 24 de agosto de 2014

Poesia Orbital





Em tempos de escuta clandestina e também escancarada, fotos e selfies, big-brothers e tudo o mais que rola acima do chão e abaixo das nuvens ( e dentro delas) nem o espaço escapa incólume desta onda viral.São foguetes, sondas, telescópios, artefatos observadores, captadores dos sinais da última fronteira: o espaço sideral.
Já enviamos diversas provas de nossa existência e ficamos à procura das provas de existências alheias.Produziu-se um lixão espacial gigantesco, mas nem isso desanima novos experimentos, feito o lançamento da sonda Maven, em novembro do ano passado, com a missão específica de estudar a atmosfera de Marte, analisar e descobrir como foi a sua evolução nos últimos milhares de anos e assim reconstituir a história do Planeta Vermelho.





Mesmo sem ser tripulada, esta sonda leva em si uma delicado testemunho nosso, expressão de sensibilidade e quem sabe arauto de boas intenções; ela tem um "haicai" do brasileiro Donny Correia acoplado ao foguete.


" Matriz rubra do além
Onde o nada vive, dizem
Agora venha à vida." 


O haicai é a forma de poesia mais praticada hoje em dia, no Brasil e agora também no espaço.Que seja anunciadora do belo, do bom, do terno que ainda reside n'alma humana.Já imaginaram se ao invés de chuva de meteoros choverem singelos e encantadores haicais? 


Cálida rosa orbital,
grafa em delicadeza,
proclames poéticos.
(Eu)







¨¨**¨¨**¨¨



Imagem e fonte: tecmundo.com.br

12 comentários:

  1. Puxa Calu, não sabia desse fato sobre a sonda que vai a Marte, que belo registro, escolher um haikai…
    Tenho uma coleção de livros de haikai, estou sempre visitando.
    Sou fã dos haikais, há anos fiz um curso e também passei a escrevê-los, quem sabe um dia tomo coragem e os publico?
    O seu haikai é lindo…
    Bjs e ótima semana

    ResponderExcluir
  2. Que bom e interessante te ler,Calu e se chovessem haicais como esse teu, seria maravilhoso!!! Adorei! bjs, linda semana,chica

    ResponderExcluir
  3. Calu, é muito poético saber que há haicais sendo enviados ao espaço! Linda essa rosa orbital que compôs! bjs e boa semana,

    ResponderExcluir
  4. UAU!!!! Que profundo Calu... ou devo dizer:
    - Voou até lá em cima, hein amiga!?!
    Haicai com introdução... muito legal!

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  5. Aprendi um pouco mais aqui hj, muito bom!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Adorei esse fractal sondal espacial poético
    Fiz alguns haicais por incentivo e ensinamento de uma amiga de um blog de haicais que se vc se intetessar te indico :(

    ResponderExcluir
  7. Esta sim é uma notícia alvissareira! E quanta poesia no espaço, lembrando ao universo que por aqui também tem seres que amam a vida e querem fazê-la mais bonita e poética.
    Seria um sonho maravilhoso ver Haicais caindo à noite como uma estrela cadente!
    Sou muito ruim pra poetar, mas quando vejo pessoas como você e este brasileiro, fico arrepiada com tanta sensibilidade. Lindos, o dele e o seu Haicai!
    beijinhos cariocas


    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da introdução, mas o teu haikai ficou muito delicado amei, não desfazendo do outro que também é belo, mas o seu parece que tem um jeitinho especial, bjos Luconi

    ResponderExcluir
  9. Olá Calu, cada vez mais fantásticos seus textos!
    Que bom que é beber aqui desta poesia (não conhecia o termo haicai) e saber que estão voando até Marte!
    Que lindo seria ,como mdiz, se em vez de chuva, caíssem haicais do espaço sobre nós!
    Os Homens torna-se-ia mais tolerantes, decerto...!
    Beijinhos,
    Ailime
    (Adorei o pensamento inserto na imagem)

    ResponderExcluir
  10. http://pintandohaikai.blogspot.com.br

    Esse é o blog e a Elisa é uma pessoa poesia :)

    ResponderExcluir
  11. Ola Calu
    Lindo ....feliz Sexta,beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Olá, querida Calu
    Vc é mestra em espalhar o bem no real e no virtual... sendo assim, não me surpreende em fazê-lo no sideral...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir

Teu comentário é o fractal que faltava neste mosaico.
Obrigada por tua presença querida!