sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Fuga da Turbulência







" Os troncos das árvores doem-me como se fossem os meus ombros
Doem-me as ondas do mar como gargantas de cristal
Dói-me o luar como um pano branco que se rasga.
( Sophia de Melo Andresen)  






A simbologia mora
em cada volteio, cada nó;
Textura grosseira, penteia
as cascas, une os poros
e cria altura.
Fortaleza magna de beleza.
Monumento e abrigo.





Puxam nosso olhar os ramos mais altos apontando o fundo de tela em azul intenso. Um quadro naturalmente belo, naturalmente expressivo; existência sublime.No silêncio do dia, coisa rara, as cores falam, as tramas desenham, as flores arrebatam salpicando emoções  ao espírito imerso na turbulência das horas.
Não, à tôa, sabe-se das recomendações importantes para a saúde da mente e do espírito:
passeie entre a natureza. Perca-se no barulho das ondas. Encontre-se nas cores das flores.Descanse na sombra do arvoredo benfeitor.

****** 




Passeios lindos também podemos fazer em muitos blogs.Destaco aqui o da querida Chica, fincandoraízes.blogspot.com.




domingo, 21 de agosto de 2016

Celebração BC comemorativa- Poesia Incontida




Festejar é bom demais, nos resgata a alegria por vezes adormecida e nos conecta com a alma encantadora do mundo. Festejar nos renova.




Pra essa festividade trago trechos,
 pétalas encantadas por poesias espalhadas, 
que somadas, fazem coro, emendam toadas.
Em roda espargem segredos, 
desvelam enredos, desenham, palavras.
Versos lidos, versos tidos,
versos cheios,
 incontidos.
( Eu) 



(foto- Chica)


E assim começa o dia:
nas mãos a chuva
se avoluma
enquanto um arco íris
incendeia o coração,
vira o corpo do avesso,
enche de cor as entranhas,
entorna por dentro um novo
caminho.
O vento sussurra
suas frágeis palavras
e é preciso guardá-las
entre os ossos
para que algum dia
virem pássaros.
( Roseana Murray)



(google) 







(pinterest)


Quarto Motivo da Rosa
Não te aflijas com a pétala que voa:
também é ser, deixar de ser assim.

Rosas verá, só de cinzas franzida,
mortas, intactas pelo teu jardim.

Eu deixo aroma até nos meus espinhos
ao longe, o vento vai falando de mim.

E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim.

(Cecília Meireles)




O Parabéns é pra vc, Norma, mas o presente é nosso pelos sete férteis anos de blogosfera!








quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Estabilidade Emocional - BC Comemorativa


************


(foto-presente da Chica)


Na estrada das emoções, os caminhos são variados, inconstantes e muitas das vezes surpreendentes.Desde sempre passeamos por estas intricadas vias. Cada fase da vida acrescenta mais ladrilhos sob nossos passos e por vezes, até retira alguns.





É quando dizemos que nos falta chão. Acho que até o ar, nestas ocasiões ,falta também.




Acalmar o coração dentro do peito; tarefa nem sempre simples.
Rever os passos dados, estudar os tropeços, aprender com os desalinhos.
A natureza ajuda e, muito, neste aprendizado. 





"Começar de novo e contar consigo", reflete o achado, clareia o nebuloso, revela o tesouro ao alcance da vontade propositada; a estabilidade emocional.




" Ainda não são totalmente conhecidas as redes envolvidas em cada emoção,mas é possível concluir, que todo o cérebro se comunica para nos manter em equilíbrio as relações com o corpo,as emoções e o ambiente."
( Stella Galvão- revista vivasaúde)








¨¨**¨¨**¨¨**¨¨ 



domingo, 24 de julho de 2016

Letra revelada






Foi inspirada num grupo que incentiva a escrita manual, do qual a querida Tetê,( ma-nan-ci-al.blogspot.com.br) participa, que resgatei estes trechos poéticos, por mim copiados (um autoral) e postados lá no Face tempos atrás quando houve uma proposta coletiva para descobrir-se a letra das pessoas, algo tão particular e pouco visível hoje em dias digitais.

Vivo enfatizando com os filhos(as) pra que não se rendam aos meios digitais na importante fase alfabetizadora dos netos.É preciso, sim, desenvoltura e familiaridade com o lápis na escrita, seja subjetiva ou copiada.Certas práticas formadoras e instrucionais independem de tecnologias avançadas e devem compor  as bases do aprendizado da língua escrita e falada.

Como gostei muito da motivação do referido grupo que se comunica através da boa e antiga correspondência escrita manualmente, me lembrei desse episódio semelhante que rolou lá pela rede social e o mostro aqui. 

Essas foram minhas participações:














Uma ótima semana pra vcs!


domingo, 10 de julho de 2016

Salpicando azuis - BC comemorativa



**¨¨**¨¨**¨¨




***

Cheguei na comemoração da amiga Rosélia pelos 7 anos de seu blog,www. espiritual -idade.com.br, semeador de belas mensagens na blogosfera. 

Se há uma escolha a ser feita, escolho o azul disparado, em todos os seus tons, em toda sua infinitude confortável.Em azulados dias me sinto mais animada, revigorada mesmo.


De azul me visto, 
no azul sorvo luz, 
de azul me encanto, 
em azul descanso.


Em tela azulada todas as cores ganham destaque.




Remanso e placidez; tradução do azul.




O azul que a tudo cobre, em tudo reflete. 





¨¨**¨¨**¨¨