quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Desacomodada




Estou mexida.Sentimentos desacomodados,expressão portuguesa/castelhana que, cai perfeitamente ao meu momento; amontoado de sentimentos que vão e vêm ao sabor das marés de cada dia.E, são estas mesmas marés que me transportam longe e me trazem perto em contínuo afastamento e proximidade ao meu sentir. O antes e o agora nunca estiveram tão mesclados. Vou par e passo, um por vez na rearrumação da morada interna.Tem manhãs que acordo em meio à bagunça sufocante. Outras, me encontram em boa ordem. Dias há em ânimo presente, outros há em desânimo pesado.
Sigo , não me faltam motivos pra não fazê-lo.Tenho muito mais a agradecer do que a pedir. Assim Seja!


“Eu posso, sou forte e feliz! 
Minha saúde está perfeita. 
Meus problemas resolverei da melhor maneira possível. 
Querer é poder e eu quero! 
De hoje em diante não conhecerei fracassos ou derrotas. 
Conhecerei o sucesso em todas as atividades que desenvolver. 
Vou superar as fases negativas, pois sou FORTE, CORAJOSO e EU QUERO! 
Eu mesmo criarei as oportunidades, pois sou dono do meu destino! 
É a Lei de Causa e Efeito! 
Plantarei boas ideias para colher ótimos resultados. 
Removerei montanhas se preciso for. 
A minha FÉ é grande! 
A confiança é ainda maior e assim será!” – (Associação Beneficente de Cáritas).


" Nada é completamente seu, a vida te empresta, te presenteia para que você aprenda a apreciar e também a se despedir!
( site: a mente é maravilhosa)




* imagem: Google

sábado, 29 de dezembro de 2018

2018 Ano Findo - Salve 2019!



Mês doze, dúzia redonda. Confusa pra estrangeiros no trato com nossa medida de quantidade, a qual, anda sob risco de sofrer extinção.Não consigo imaginar que engenhosa traquinagem estão a fazer com o sistema de medidas, em suma, só esperando pra saber.

Nesse doze quase findo saltaram-me dias incertos, outros aflitos, alguns tranquilos e uns poucos luminosos, porém, estes luzidios foram de tamanha intensidade que cobriram todos os demais.

Dia houve , imaginem vocês, que o mar ao beijar as areias rendando-as de mansinho me ofertou aos pés uma rosa branca e viçosa em pétalas brilhantes aos reflexos do sol alto.Chegou tocando-me delicadamente a pele como uma oferta presenteada deve ser. Recebi-a com gratidão e repeti Clarice Lispector: "Achei  Deus de uma grande delicadeza."

Fim da tarde d'outro dia, festa de encerramento do ano escolar na turma do meu neto Rafael da educação infantil. Cenário, figurinos, todos caprichados e lindos. Crianças cantando e fazendo todo mundo se debulhar em lágrimas felizes. Aplausos entusiasmados das famílias orgulhosas com seus pequenos.Como  acontece nestas festas, uma turma logo sucede a  seguinte na agilidade das apresentações.Adentra ao salão uma legião de anjinhos coloridos e muito lindos carregando balões nas mãos. Ao comando da professora em meio à música-tema, dispersam-se pelo auditório e ofertam seus presentes à platéia encantada.

Um anjo me deu uma ESTRELA!


Desejo pra todas e todos os amigos da Blogosfera, um 2019 perfumado em rosas viçosas, cheiinho de risos com pureza infantil e iluminado pelas mais belas estrelas do Universo.

Saúde, Paz, Amor e Venturas mil pra vcs!
FELIZ ANO NOVO!






segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

BC- IX Interação de Natal - Festa do Amor





Uma imagem cristalizada em minha mente desde a infância é a dos muros de Jericó desabando ante as trombetas dos israelitas no exercício da fé exemplarmente realizada. Minha avó me apresentou a algumas passagens do Velho Testamento e, essa, em especial, tomava-me em devaneios similares aos relatos.Pra mim, tudo o quê se mostrasse difícil tornaria-se fácil ante o som provindo das poderosas trombetas; seriam elas arautos de situações melhores mas, não apenas, seriam também arautos de prodígios e celebrações.

Ao ter recebido ontem imagens inspiradoras, me veio à mente antigas correlações simbólicas dando brilho e forma aos significados da época natalina a emanar por muitos quadrantes propostas de generosidade e amor ao próximo. 

Longe de ser consenso ou calendário oficial pra exercemos a solidariedade, é porém, um tempo predisposto a reavivar bons sentimentos e atitudes melhores. 


Soem, pois, as trombetas do Amor Fraterno ecoando benesses por toda Humanidade.


Em amor sonoro e visível revelem-se as atitudes humanas! 


Pelas alamedas iluminadas passeiem de mãos dadas as boas-vontades! 



Por presentes se façam os gestos, os cuidados e, os abraços! 


Brinquedos sejam os folguedos a encantar corações! 


( parque/ Campo São Bento- Niterói)


Sejam os brilhos refletidos nos olhares, espelhos do Amor Maior! 



Nesta festa promovida pela amiga Rosélia, blog: idade-espiritual.com.br, para enaltecer a data expandindo as esperanças, amigas e amigos da blogosfera aqui se congraçam em festejo de mais uma Interação de Natal.



Para minhas amigas e amigos da Blogosfera, desejo:

FELIZ NATAL !





quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Imagens&Sentimentos


 Tudo o quê se avista daqui, desde antiquíssimos relatos, fazem moldura ao desenho das águas da baía alongando o belo relevo  e, nele também incluindo-se, propositadamente, como fechos incrustados  numa mesma pulseira.  
Tudo que daqui se avista, revela genialidades naturais; ressalta quietude incompleta a deixar vazios n'alma.










Num fim de tarde assim, flutua entre nuvens a mansuetude das horas finais do dia.

Por mansidão, escolho os mantos das nuvens.
Por suavidade, escolho a brisa que sopra no ar.
Por amenidade, escolho o lazer das pessoas.
Por plausabilidade, escolho o relevo impactante.
E, para mim, escolho serenidade, sempre!






quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Fotos&Fatos


Aquele dia estava como hoje, chuva miúda, céu encoberto. Nós pensamos que não renderia um passeio legal com as crianças mas, o sol foi amigável e bem ao meio da manhã mostrou-se tímido, porém presente, permitindo um dia cheio de descobertas e lazeres.

Dia no Jardim Botânico-Rio



Os meninos corriam de um lado pra outro querendo saber que árvore era aquela que lhes chamou atenção, qual era tal flor, como nascia o córrego... cansaram as pernas e a língua e, os adultos também. 






Ainda teve aula de conhecimentos gerais, ao vivo, no relógio do sol ( assunto estudado pelo Miguel na semana anterior ao passeio). 


Dia cheio de risos
pousados nas beiras das folhas,
nas veias dos troncos,
nas ramadas pendentes
ao alcance das asas ligeiras
dos beija-flores.

Dia muito feliz.
Que venham outros iguais!