domingo, 14 de outubro de 2018

Mural: segundos na eternidade



Abri o baú e de dentro dele recolhi pequenos álbuns de instantes marcados nas alegrias do magistério de tantos anos e muitas vidas.

Dentre as muitas atividades em sala de aula e fora dela , está a de compor murais com os alunos(as). Todas as manifestações criativas expressas em variadas formas pelas crianças e jovens merecia ir para o mural e, lá em exposição, transmitir o entusiasmo concreto dos aprendizados. 

Faço agora, aqui, meu pequenino mural e divido-o com vocês em fotos desses tempos cheios de ensino e aprendizagens felizes.











Saber que vivo nas boas memórias dos meus alunos e alunas me faz eternamente feliz! 





domingo, 30 de setembro de 2018

Boas apostas


Duas dicas de boa diversão doméstica, as séries da Netflix.


Mr. Selfridge

Baseada numa história real, a série retrata a vida atribulada do empresário americano visionário, Harry Selfridge, que migrou para a Inglaterra onde construiu um império com a criação da sua pioneira  e suntuosa loja de departamentos. Inovação para os costumes aristocráticos na Londres tradicionalista, que desdenhava os produtos  pret-à- porter.
A moda e seus acessórios de requinte caíram aos poucos no gosto das exigentes damas da aristocracia inglesa remodelando as vestimentas e os preconceitos da rígida sociedade da época.




Cable Girls, mais uma série espanhola que vale a pena assistir. 
Acontece na Madri pós 1ª guerra onde a implantação da primeira empresa Telefônica da Europa causa rebuliço nos padrões da sociedade tradicionalista que preconizava a manutenção do papel da mulher apenas como esposa e mãe.
 A contratação das mulheres para jornada de trabalho fora de casa mexe com conceitos machistas arraigados.


Duas dicas de livros


Um apetitoso romance epistolar acontecido no cenário das longínquas ilhas Guernsey, no Canal da Mancha, após a 2ª grande guerra. O enredo celebra a resiliência através da literatura, resgatando emoções e valorizando as boas vivências. Uma obra impecável da autoria de Mary Ann Shaffer, que estreou na literatura com mais de 70 anos.

* Isso me motiva, afinal, ainda tenho tempo pra novos vôos!



Drama com pinceladas históricas contundentes.Duas irmãs de personalidades diferentes precisam aprender a conviver com a mãe misteriosamente ensimesmada. No desenrolar da trama os aprendizados e descobertas simultâneos nos prendem à leitura. Belo e bem escrito romance dramático.



Ao quarteto sugerido, atrelo meus votos de que curtam bastante as dicas que lhes recomendo.



Que outubro chegue em tons pastéis trazendo suavidade e paz! 



terça-feira, 25 de setembro de 2018

Setembro-Amarelo


Sem alienação mas, em confessa tergiversação, esmiuço os dias restantes desse setembro ruidoso e seu emblemático título amparado na cor alerta:Amarelo.
 Amarelo-alerta de situações-limite que, podem tornar-se irreversíveis, fatais. Agonias d'alma muda, escondidas atrás de sorrisos tristes ocultam emoções devastadoras, altamente perigosas por serem, mudas. E, ao tornarem-se audíveis quando, porventura, tornam-se, podem ser o eco final, replicado em decibéis mortais.

Prevenção, atenção, escuta e acolhimento são imprescindíveis remédios no esforço de evitar o suicídio.Nossos dias corridos, nossas horas cheias o são também para todos e todas enredados na ciranda do relógio tirano, fazendo-nos cegos diante dos sofrimentos não-visíveis.

Setembro festivo nas cores primaveris sobressalta a energia do Amarelo alertando para uma cruel realidade ocultada na agonia das emoções doloridas demais.

*****

Bons conselhos
Atitudes em seu cotidiano para estar atenta(o) e ter uma vida mais leve, plena e feliz!
1. Sentimentos negativos
Você já passou por muita coisa ruim e ainda passará por tantas outras. É a vida! Mas foque nos momentos bons que teve. Sentir raiva, mágoa ou culpa só irá fazer com que sua energia vá embora mais rápido.Cultive o amor e a alegria e sinta-se renovada!
2. Pensar sempre sobre as mesmas coisas
Algumas vezes, precisamos de um tempo sem pensar em nada para repor nossas energias. E pensar e repensar durante muito tempo sobre uma determinada coisa nos cansa tanto. Se o pensamento for sobre coisas negativas, a energia é sugada ainda mais. Remoer um assunto não resolverá nada e só alimentará ainda mais a vontade de ficar obsessivo com isso. Se você tem como resolver os problemas que vivem em seu pensamento, resolva. Mas se não tem, simplesmente esqueça!
3. Ser ressentido
Não superar fatos que te machucaram não resolve nada, só alimenta sentimentos ruins e te torna uma pessoa amarga. O perdão e a aceitação são libertadores. O que passou, passou. Bola pra frente!
4. Viver no passado e esperar pelo futuro
Negar o tempo em que se vive é uma das piores coisas que você pode fazer. Achar que o passado era muito melhor e ter saudade exacerbada dessa época, ou então apostar todas as fichas no futuro são maneiras instantâneas de drenar energia. Viva o presente e aproveite cada momento.
5. Falta de cuidado com si mesma
A primeira pessoa que se deve pensar quando o assunto é zelo, é em você mesmo. Quando estamos bem conosco, tudo parece fluir e nada irá atrapalhar nossa vida. Já quando fazemos o contrário, tudo parece empacar e a nossa energia vai embora rapidamente. Cuide da mente e do corpo, com uma alimentação saudável, a prática de exercícios físicos e um tempo dedicado  ao lazer .
6. Viver outra vida
Conhecer alguém e criar interesses é normal, mas muitas vezes passamos do ponto saudável de fazer isso e começamos a viver uma vida que não é a nossa. Aos poucos esquecemos do que gostamos, do que é a nossa individualidade. A vida das outras pessoas nunca lhe fará tão bem do que viver a sua. E o mesmo vale para outras pessoas que queiram tolher suas vontades e viver a sua vida. Dividir e somar é benéfico, só é preciso ter cuidado para não subtrair suas necessidades individuais e suas escolhas.
7. Mentir
Uma mentirinha ou outra faz parte, mas mentir constantemente e sobre coisas grandes faz você gastar uma energia absurda. Se a mentira for sobre quem você verdadeiramente é, então… fuja dessa! Ser você mesmo te garante uma vida bem mais leve.
8. Negligenciar sua vida
O excesso de preguiça geralmente gera um ciclo sem fim. Preguiça de iniciar uma ação nos torna estáticos e então, negligentes com nossa própria vida. Desta forma, não criamos objetivos e tendemos a ficar inertes, apenas vendo nossa vida passar e o tempo se esvair. Ninguém vive bem assim, acredite!
9. Viver longe da natureza
Se você vive em grandes centros urbanos ou tem pouco contato com a natureza, isso é um problema. O solo, as árvores e os animais renovam nossa energia naturalmente, procure tirar um tempo e ir para algum lugar onde possa ter este tipo de interação.
10. Viver no meio da bagunça
Quando você era criança e mandavam guardar os seus brinquedos e arrumar a bagunça do seu quarto, havia implícita uma lição para toda a vida. Ninguém consegue viver bem no meio de uma zona, quando arrumamos nossas coisas estamos também arrumando nossa mente e nossa vida como um todo. Organização física, de espaço, também significa organização energética. Além disso, a bagunça pode gerar uma série de atividades incompletas, o que também suga sua energia.
11. Inconformismo
Aceite sua vida. Aceite seu corpo. Aceite suas condições. Aceitação! Está é a palavra para uma vida plena. Questionamentos são bem-vindos, mas se forem para coisas que podemos mudar e lutar para conquistar. Caso contrário, aceite e a sua energia estará garantida.
12. Fanatismo
Nunca se entregue de corpo e alma a algo ou alguém. Tenha admiração e acredite no que te faz bem, mas abra o olho se sentir que está sendo manipulado e nunca tenha fé cega.

Conselhos/fonte: www.eusemfronteiras.com.br/atitudes que drenam sua energia



sábado, 22 de setembro de 2018

Toc...Toc... É a Primavera




Uma rama desponta
se estica, agiganta,
pontilhada colore
de verde a rama
 indômita, madura, 
alonga
o tronco forte,
 brotos surgem
novos, confetes
salpicam o chão.

Fez-se foz mas, antes,
nascedouro, fonte
generosa, seiva nutriz
ergue do solo a
bela gigante
da copa à raiz.
( Eu) 

Vou primaverar-me, aceitar os conselhos bonitos que recebi.
Primaverando-me, perpetuo doçuras e esperanças nos olhos.





"... E no entanto é preciso cantar
Mais que nunca é preciso cantar,
É preciso cantar e alegrar a cidade[...]"
( Vinícius de Moraes- refrão/ marcha da quarta-feira de cinzas)


Uma (realmente) Feliz Primavera para o nosso país!


quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Por Conseguinte


Um Conto

Se alguém entrasse em seu quarto nesta manhã acharia que ninguém havia se deitado naquela cama.Os lençóis permaneciam quase sem rugas, sem marcas de uso. Levantou-se achando que o corpo lhe pesava mais do que quando fora deitar-se.Lançou-se para a rotina do dia que começava.O desânimo ia par e passo consigo a cada ato mecânico.Sem energia olhava para a agenda em cima da mesa e não se atrevia abri-la para conferir os compromissos lá assinalados.
Enquanto segurava entre as mãos a xícara de café fumegante, sorvia-o a goles curtos, saboreados lentamente como se assim assegurasse um ritmo mais vagaroso às horas daquele dia.
Pelo janelão entrava larga luz natural, claridade matinal que se espalhava no cômodo. Rendeu-se ao convite do dia. Ergueu-se, caminhou até a varanda e encantou-se.A dar-lhe "bom dia", lá estava o botão vivo, promessa da flor que logo desabrocharia. 


"É melhor ser alegre que ser triste
Alegria é a melhor coisa que existe
É assim como a luz no coração..."
*( poetinha Vinícius)


Por conselho: 
 Relógio de Sol

" Faça o possível para registrar apenas as horas radiantes, ou seja, lembre e fale somente de momentos alegres e felizes; use o poder criador da palavra para expressar alegria em tua vida.
Expulse da mente as recordações desagradáveis, os pensamentos tristes, as imaginações sombrias e, traga consigo somente alegria e gratidão pela vida.
Seja como um relógio de Sol, que marca apenas as horas brilhantes do dia.