segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Drops Motivadores


" A vida oferece muitas possibilidades,

até para quem já não acredite mais em nada,

sempre haverá algo novo sob o sol,

um fio de esperança que poderá te levar ao paraíso,

uma nova oportunidade de ser e crescer."  

( Paulo R. Gaefke)



"Motivação é o combustível dos fortes,

daqueles que determinaram a vitória,

seja em que campo for e, não desistem,

mesmo com sol intenso, com o frio que queima,

mesmo diante da montanha mais alta,

porque sabem que basta(é preciso) seguir em frente,

dar sempre um passo adiante para alcançar a vitória." 

( Paulo R. Gaefke)



"Então não desista, sorria! Você é mais forte do que pensa e será mais feliz do que imagina!

( Tati Bernardi)


Dedico aos meus amigos e amigas da blogosfera estes drops motivadores.


segunda-feira, 12 de outubro de 2020

A infância que me habita


De mão dada com a infância que me habita abri umas poucas lembranças da meninice, tempo de birras  voluntariosas, de alegrias espontâneas, de choros por joelhos ralados e de sono cheio de sonhos.


C'um raio de sol

na palma da mão 

acordei criança,

lembrança vivida.

E, juntas, saímos

à luz matutina

sorrindo pro céu,

pintando as nuvens,

dançando na poça,

cantando pras flores

canção inventada.

Debaixo do azul, 

ouvimos revoadas

das asas felizes,

 hora, libertadas.


Do fundo do baú saltou a foto-registro do meu amuo flagrado pela lente da Leica de meu pai. 



Feitas as pazes, monto em meu velocípede e saio pelo mundo.



Era dia de fotografar! Fomos a passeio pelos arredores. 






E, chegou o carnaval... 


Na pequenina historieta em 4 atos, religa-se o tempo. 



sábado, 3 de outubro de 2020

Vamos falar sobre conforto?




O assunto está em alta, nestes tempos de isolamento. Conseguimos depurar este conceito com dedicação forçada, mas necessária. À medida que os dias passavam, fomos percebendo cada cômodo da casa e seus móveis/utensílios. O que nos parecia bem adequado antes, de repente, virou um trambolho.

Vimos certas aquisições trazidas no ímpeto da compra, como realmente o são, desnecessárias, e descobrimos que alguns pequenos ajustes de uso e local faziam a diferença entre o confortável e o desconfortável.

Fomos apurando ainda mais o olhar e o tato, não só o restrito ao toque das mãos, mas, o que compreende a pele como maior órgão do corpo humano. E, foi aí que estreou como a sensação da temporada, ele, o pijama. Macio, folgado, confortável e de bom caimento composto.

O preferido de nove entre dez usuários(as) satisfeitos. Apareceram portados por todas as idades em fotos e poses nas redes sociais. São floridos, geométricos, estampados como animais, lisos, desenhados, rabiscados, etc.

Já que os tempos de agora incentivam-nos a ficarmos em casa, que estejamos ultra confortáveis de pele e alma.



(a.badose.me/unicorns store) 



segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Domingueira


Minha turma, lá das terras geladas, fez um programão domingueiro. Foram passear ao mont Tremblant, na província de Québec/ Canadá. 

Um visual encantador,  parece saído das páginas de livros ilustrados ou das telas do cinema. 

Outono iniciante já se mostra todo pomposo nas cores avermelhadas das folhas dos arvoredos. Uma lindeza a perder de vista. 




" A árvore troca

 a verde indumentária

por um soberbo vestido de gala."

( Carlos Silva)







domingo, 20 de setembro de 2020

Há histórias...

 



Há histórias que nos abordam com delicadeza, outras se põem à frente dos nossos olhos com tal intensidade que mesmo que os fechemos, as imagens delas continuam se fazendo ver.

Há histórias que são da rapidez de um relâmpago. Riscam o céu do pensamento e se vão para além das vistas. Há histórias carregadas de tantos encantos que ocupam os intervalos dos segundos.

Há histórias disfarçadas em roupagem esmerada, mas que escondem seus poços de nada.

Há histórias chorosas, lamurientas, que fazem poças encharcadas pelos seus choros abraçados nas tristezas. Outras há, murmurentas, que soltam seus azedumes entredentes sibilosos, entre pragas e maldições. 

Há histórias sonoras que bailam nas melodias, que acordam a alegria e nos tiram para dançar.

Há histórias publicáveis, naturalmente deslizantes desde a alma até os dedos em impulso vibrante. 

Há histórias visitantes, que chegam, tomam assento, pegam em nossa mão e decidem ficar aqui por um tempo.

Há histórias envolventes, vindas dos reinos fantásticos, cheias de fadas e duendes, povoadas de magia.

Há histórias nutritivas, sementeiras da esperança, histórias lenitivas em palavras escolhidas para despertar a bonança.

( imagens: pinterest/ilustracionnes)