sexta-feira, 20 de maio de 2011

O Poder da Intuição

Arte Alphonse Mucha


Ela não é mágica, nem tem relação com poderes externos ou sobrenaturais. Também conhecida como sexto sentido, a intuição é um conhecimento que está dentro de nós, é a sabedoria do nosso inconsciente. Alguns exercícios e mudanças de rotina podem aguçar esse guia interior que todos nós temos.

Do latim intueri , intuir significa ver por dentro. Para Jung, a intuição pode ser comparada a uma bússola, que nos guia e nos orienta. Basta, apenas, saber interpretá-la. Segundo a psicóloga Virgínia Marchini, do Movimento Despertar, o sexto sentido está relacionado com as vivências, as experiências, os relacionamentos, as histórias vividas, ou seja, com tudo o que constitui o inconsciente. É como se, em um determinado momento, um mecanismo acionasse todo o nosso conhecimento armazenado. "É uma certeza interna que temos. Mas é preciso se conhecer para confiar e ouvir a voz da intuição", afirma Virgínia, que dá cursos sobre o tema em São Paulo.

A psicóloga lembra que a intuição se comunica conosco através de símbolos e metáforas. E, para isso, utiliza muitos canais: sonhos, carta de um conhecido, um encontro com um pessoa próxima, o telefonema de um amigo. "Para isso, é preciso estar atento e saber interpretar a mensagem que chega", garante.

Um sonho, por exemplo, não pode ser interpretado da forma como se apresenta. De acordo com Virgínia, se o sonho for, por exemplo, com um carro que se depara com uma bifurcação, segue uma das estradas e cai em uma ribanceira, não se pode interpretar que haverá um acidente. Nesse caso, o carro seria a vida, e a bifurcação, uma decisão a ser tomada. O carro caindo significa que o caminho escolhido não é o certo. E todos os sonhos são intuitivos? Virgínia diz que não. "Eles nos dão uma fotografia da psique naquele momento. Representa o estado emocional da pessoa sempre através de símbolos e metáforas", afirma.

A mente vazia também favorece o contato com a nossa intuição. "Ela se manifesta em atividades cotidianas", aponta a especialista. Geralmente, as respostas para as nossas questões vêm em momentos relaxantes, como no banho, ou quando estamos quase dormindo. São os chamados insights.

Virgínia ressalta que muitas vezes a intuição é confundida com medos e desejos. E para separar bem cada um, só com muito autoconhecimento. "Ela é um guia interior, um sábio dentro da gente", aponta a psicóloga.

Para entrar em contato com a própria intuição, Virgínia ensina exercícios de visualização, nos quais o indivíduo pode dar forma ao seu mestre interno e lhe fazer perguntas. "É só confiar que a resposta vem", garante.

Também é possível aguçar mais o sexto sentido trabalhando com a criatividade. A especialista sugere sair um pouco da rotina. Se você acorda e vai direto escovar os dentes, tome café primeiro, mude o relógio de pulso e durma no outro lado da cama. "Isso vai fazer com que as pessoas descubram novos eixos dentro dela", diz.

A nossa intuição pode errar? "Não, ela nunca erra. Se errar, não era intuição", finaliza Virgínia.

Andrea Guedes

14 comentários:

  1. Oi Calu querida! te confesso que às vezes não sei separar o que é intuição de medo. Muitas vezes o medo que tanto que aparece aquela vozinha dentro da gente dizendo: não vai, não faz...e no fundo é só medo e não o tal sexto sentido...é meio difícil distinguir os dois, eu pelo menos acho...Talvez uma forte auto estima e auto conhecimento passem mesmo por aí...Legal esse texto, beijos,

    ResponderExcluir
  2. Oi, Calu!
    Em geral não sou intuitiva, mas tenho aguçado meus sensores para a vida depois que fiquei velha. kkkk
    Minha mãe é que é assim, sonha, diz que pressentiu algo, me liga falando dessas coisas, mas eu a ouço e, confesso que às vezes fico ligada ao que ela falou.
    Gostei das dicas para se abrir o canal para intuições. Isso é bom fazer quando estou lá em casa que é calminho, tudo ajuda para tanto.
    um abraço carioca

    ResponderExcluir
  3. às vezes acho que a intuição é algum anjinho soprando coisas em nossos ouvidos...e assim como Jung acha que devemos saber interpretá-las, acho que devemos saber ouvi-las, pois às vezes por nossa descrença damos os ombros, e nos arriscamos no caminho que nos parece mais largo, fácil e óbvio.

    E concordo plenamente com a última frase, intuição não erra! O que pode errar é a interpretação que damos a ela...

    Calu, vc ilumina todo meu cantinho qdo aparece por lá....adooooooooro seu comentários! Só fazem me estimular com o blog, e engrandecer meus posts!

    Sou grata sempre por ter encontrado vc por aqui!
    Um beijoo!

    ResponderExcluir
  4. Seu blog é muito bom por isso vim até o seu espaço e gostei muito do que li por aqui. Tenho um blog Tb gosto d++ de poemas. E estou te seguindo se VC puder da uma passada La no meu blog. VAI SER UM PRAZER SE PUDER ME SEGUIR...Bejs . Déia.........
    Esse é o link do meu blog
    http://wwwdeiablog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá Calu!
    Obrigada pela sua visita!.. Seu cantinho aqui também é muito lindo.. e interessante este texto da intuição.. acredito que ela seja a nossa comunicação com a força Superior e que deve sempre ser trabalhada para que possa estar em plena sintonia.

    Beijo grande em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  6. Eu sigo minha intuição, quando dá pistas é porque algo está para acontecer.Então não dou o passo maior que a perna!
    Muito informativo e explicativo...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  7. Linda postagem ! e adorei a arte de Mucha !


    rssssssss falaste dos Elfos........ E olha que são difíceis de encontrarrrrr rsssssssss...

    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Eu tbém ,Glorinha, tenho essa mesma dificuldade, mas não desisto de tentar me conhecer melhor.
    Um bjo.

    ResponderExcluir
  9. È mesmo ,Betinha, na calma, no silêncio conseguimos parar o tempo pra nos ouvir melhor,e ouça muito a tua mãe, viu?
    Um bjo.

    ResponderExcluir
  10. Que linda representação vc deu à intuição, Sam.Deve mesmo ser uma figura angelical a nos soprar caminhos e atitudes.
    Obrigada pelo carinho.Tenho enorme prazer em visitá-la.
    Um bjo.

    ResponderExcluir
  11. Bem-vinda Déia, que vc encontre por aqui muita satisfação.Obrigada pela presença.
    Com certeza, te sigo.
    Um bjo.

    ResponderExcluir
  12. Bem-vinda Verinha, temos afinidades visíveis.Nossos blogs dizem isso. Que bom!
    Fiquei freguesa de teu espaço.Muito lindo e tocante.
    Um bjo.

    ResponderExcluir
  13. Bem pensado, Bel.Prudência nunca fez mal a ninguém.
    Que bom que gostou do texto.Procuro trazer palavras que acrescentem vida à nosa vida.
    Um bjo.

    ResponderExcluir
  14. Oi Jacque é sempre muito bom vê-la por aqui.
    Òtimo final de semana.
    Um bjo.

    ResponderExcluir

Teu comentário é o fractal que faltava neste mosaico.
Obrigada por tua presença querida!