quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

BC - Meus Heróis/Heroínas da Infância

Com licença concedida pelo fantástico que nos habita, eu digo que a porção diária de fantasia é componente natural do leite que recebemos na infância.Seja ele materno, de outros mamíferos ou vegetal, não importa, o que conta é que o 1ºalimento do corpo deve conter nutrientes sutis que fornecem partículas alimentícias do sonho, da fantasia. A isto junta-se, com sorte, a tradição oral, as cantigas de ninar, as de roda, as histórias, os mitos a que vamos sendo apresentados a medida que crescemos em tamanho e encantamentos.Corpo e alma vão se nutrindo, cada um em sua especificidade e nos tornando crianças saudáveis e saudáveis sonhadores. Crescemos em forma e em fantasia, provando diferentes alimentos, saboreando sonhos dados e criando nossos próprios.



Vivi muitas fantasias na infância/pré- adolescência e, pra ser bem sincera, de vez em quando, ainda hoje me refugio em universos fantásticos para que a minha criança interior se manifeste sempre.Com as boas lembranças daqueles tempos, participo da "Blogagem Coletiva- Meus Heróis/Heroínas da Infância", proposta pela Pandora do blog: elfpandora.blogspot.com(Link) e pelo Alexandre, do blog: doqueeuquero.blogspot.com





Eu era telespectadora fiel dum herói das antigas (claro), que não tinha superpoderes, mas era um bravo defensor do bem e da justiça.Creio que este personagem tenha sido o primeiro herói da TV brasileira: O Vigilante Rodoviário e seu cão Lobo.A dupla vivia aventuras empolgantes onde o bem sempre vencia o mal.





Uma das primeiras séries estrangeiras que aportaram por aqui, virou febre entre a meninada.Este sim, um super-herói com o poder de voar.Uau!Um super-protetor da Terra contra os malignos invasores do espaço, ele, "National Kid", amigo duma turminha que vivia se metendo em encrenca. Durante os anos que esteve no ar, o seriado alternava duas histórias: a dos Incas Venusianos e a dos Seres Abissais.Cada episódio acabava numa situação de perigo o que assegurava a audiência no dia seguinte;esta fórmula não é invenção da TV brasileira.Mesmo sendo muito reprisada, eu revia, revia e decorava a sequência dos acontecimentos, afinal era assunto certo nas rodinhas do recreio em disputas de quem sabia mais sobre os episódios.
E isto me leva a uma manhã do ano de 1994 onde distraída numa parada de ônibus, olho pro lado e vejo um jovem usando uma camiseta com os dizeres:
"Celacanto Provoca Maremoto".Tive um acesso de riso e quem é do meu tempo sabe o porquê. 
Depois destes, vieram o Superman, a Mulher-Maravilha, Namor, o príncipe submarino, a turma da Marvel...eu só ficava meio decepcionada com a escassez de heroínas superpoderosas e vibrava quando havia alguma. Até no mundo da fantasia as mulheres tiveram de conquistar com garra seu espaço.
*****
Curti muito este "vale a pena ver de novo", Pandora!
------------------------ 
Imagens:folhinha(suplemento)

25 comentários:

  1. Que legal que você gostou da nossa blogagem. National Kid eu só conheço de ouvir e de uma foto ou outra na net. O tempo voa, não é? foi legal conhecer um pouco do teu herói Calu. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Oi Calu!

    Que maravilha essa blogagem. Tuas memórias me fizeram voltar no tempo... Muito bom o tempo onde meu medo era o "papa-figo" e o " homem do saco",
    Muito bom o tempo que eu acreditava em super heróis e que o Super Mouse realmente existia.

    Lindo o seu texto.

    Beijos


    Selma

    ResponderExcluir
  3. Calu, o "Vigilante Rodoviário", está idoso, mora aqui pertinho em "Águas da Prata".
    Ele comprou um carro rodoviário antigo e o armazena no posto da Polícia Rodoviária local.
    Vira e mexe, ele fica lá tirando fotos com turistas (R$5,00). De vez em quando levam o carro para o Shoping em "Poços de Caldas" (com ele ao lado).
    Um abraço onírico.

    ResponderExcluir
  4. Eu é que curti Calu! Adorei a primeira parte do seu texto, concordo amplamente com sua perspectiva e também curtir ler sobre esses heróis assim do tempo dos meus pai... Ficou nostálgica e eu adoro uma nostalgia!!! Obrigada por participar, por partilhar conosco um pouco de suas memórias!!! Cheros!!!

    ResponderExcluir
  5. Momentos bons da infância, sempre, devem ser lembrados.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Good morning my dear Calu,

    Oh yess..me too I love children fantasy movies. Along long time ago the children fantasies are educative for kids selves. but This modern world, the fantasies movies most of them dis educative ;(.
    you know what ..thus why, our family don't watch the television.
    such a paradise for us
    love you,have a good day.

    ResponderExcluir
  7. Vc Falou justamente dos Heróis dos meus pais. Eles tb gostavam do Nacional Kid e meu pai comentava dos seres abissais kkkkk. bela participação!

    ResponderExcluir
  8. Sua viagem ao passado, Calu, me fez viajar também.
    Curti todos os que falastes e mais alguns.

    Muito importante não deixar a nossa criança interior morrer, precisamos dela pra seguirmos com um cadinho mais de alegria e confiança.

    Beijos com carinho mil.

    ResponderExcluir
  9. Legal! Também curti fazer esta blogagem, é bem aquilo que você diz no início de seu post "o 1ºalimento do corpo deve conter nutrientes sutis que fornecem partículas alimentícias do sonho, da fantasia" - eu revivi tudo isso agora na viagem que fizemos à Disney, foi um presente para nossas almas cansadas da dureza e crueldade dos dias.
    É importante alimentar este sonho sempre, com certeza, isso nos faz seres humanos melhores.
    Então o National Kid era o seu super-herói predileto né? Eu também gostava dele, mas teve um que balançou meu coração para sempre, confira por lá.
    beijinhos cariocas


    ResponderExcluir
  10. O National Kid é coisa séria ;) eu vi alguns vídeos no YouTube, claro que os anos pesam, mas a produção ainda tem seu charme. Gostei da lembrança ao "Vigilante Rodoviário", que muita gente não sabe da existência.

    Bela coletiva esta ;) Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Boas lembranças, Calu.
    E, bem lembrado que as heroínas, mesmo demorando a aparecer, ainda assim chegaram como coadjuvantes dos super heróis. Não posso me lembrar de nenhuma outra, nesse momento, a não ser da Mulher Maravilha. rs
    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Que legal,Calu e adorei rever o vigilante rodoviário e seu cão!... beijos praianos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  13. OI, PESSOAL!
    ESTOU SEM ACESSO Á INTERNET DESDE HOJE PELA MANHÃ.
    ASSIM QUE TUDO SE REGULARIZAR VISITAREI A TODOS QUE FAZEM PARTE DESTA FELIZ BLOGAGEM.
    beijos
    CALU


    ResponderExcluir
  14. Bom, eu não assisti a nenhum desses heróis que você falou, mas como você mencionou que eram poucas as mulheres, eu lembrei de uma que a mamãe adorava assistir e acabou me contaminando no bom sentido... A Mulher Biônica, lembra dela?

    BeijoZZz

    ResponderExcluir
  15. Vigilante rodoviário era tudo ai que saudades...

    ResponderExcluir
  16. oh Calu! Hi! I loved Superman when I was young. I thought he was real and wanted him many times to save people. Once a car ran a stop sign about a mile away and it turned the car over on its top. No one was hurt but I thought Superman would be the one to put the car upright again. lol

    ResponderExcluir
  17. Oi Calu, não estou participando dessa BC...
    Gostei da sua participação.

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  18. Amiiiiiiigggggggggaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
    Vc ressuscitou o National Kid na minha memória!
    Eu morria de medo, mas assistia sempre!
    Tinha pesadelos horríveis a noite com os seres abissais....
    srrsr
    adorei!
    bj Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  19. Ayuika! Celacanto provoca maremato, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Vigilante Rodoviário, eu o vi pessoalmente quando tinha uns 8/9 anos depois de enfrentar uma fila imensa, acho que vem daí o meu amor imenso por pastor alemão.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  20. A gente é um poço fundo e largo de recordações Calu.Bela lembrança deste heroi com seu cão.
    Uma sugestão interessante este voltar e reviver.
    Meu terno abraço com minha admiração.

    ResponderExcluir
  21. Bom dia, Calu!!!

    Que gostoso lembrar e compartilhar os heróis de infância!!!rs
    Nossa, eu adorava a "Feiticeira" e a "Jeanie é um gênio"!rsrs
    Mas heróis mesmo...bah! Não sei não...
    Eu amava(ainda amo! rs)os filmes antigos...posso dizer que eles eram meus heróis! ( como todos do Jerry Lewis, do Élvis(ah!o Rei!!!rs), e da Audrey Hepburn(eterna lady!). Será que serve?!rs
    Estou de volta, querida amiga!!!!Cheia de saudades!!!!!!
    Beijos e meu carinho!

    ResponderExcluir
  22. Certo Calu, você agora conseguiu eu me fazer sentir um ignorante total! ahahaha.
    Nunca ouvi falar nos seus primeiros (os da Marvel eu conheço) heróis mencionados (mea culpa, não importa a época, todos temos que estar bem informados a respeito de outras gerações), no entanto, o primeiro herói eu achei interessante, gosto de heróis que são do cotidiano com o qual possamos nos identificar por não termos superpoderes.
    O que mencionou a respeito de heroínas, este machismo felizmente não é presente nos mangás / animes, onde há muitas heroínas guerreiras
    Gosto imenso do modo que escreve e não poderia concordar mais com o início do post.
    Parabéns!

    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
  23. Calu, tb adorava o Nacional Kid, não sei se pelo herói ou pelas crianças do seriado,mas não perdia um!...rss...muito legal tb a lembrança do Vigilante rodoviário, eu curtia o Lobo tb!bjs,

    ResponderExcluir
  24. Calu, adorei o início do teu texto..bem poético! E Concordo contigo, a literatura alimenta mesmo a alma com sonhos..afinal, somos feitos da mesma matéria q são feitos os sonhos n é? Pelo menos é o q disse o Shakespeare em A Tempestade... Eu só sei q antes de qlquer leitura , vem o afeto =] Ah, me senti ignorante qto aos teus primeiros heróis..mas adorei saber um pouco sobre . Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  25. Que grande recordação, Calu.

    Também vibrava com esses seriados. Em casa sempre alguem já estava de TV ligado e a canção de "Nacional Kid"
    já me avisava para chegar em frente a TV.
    Lindo texto.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Teu comentário é o fractal que faltava neste mosaico.
Obrigada por tua presença querida!