sábado, 8 de dezembro de 2012

Azul em Movimento




De olhar habitual
cada vão familiar, 
cada coisa conhecida
  cada tom em seu normal.


 Eis que em instantes,
 da pausa  ao movimento,
irrompe suave, ladino e
  fugaz, o vento.


O encoberto se descobre
o suposto se confirma
o véu que antes havia
esvoaça, descortina. 

O azul derramado,
acompanhando a luz
em verdes e palha
matizes produz.
(Calu)
******
Um final de semana cheio de cores e frescores p/vcs!
Bjos.  

Minha participação no Green Day.


----------------- 
Fotos minhas

15 comentários:

  1. Que delícia de versos e poema. Adoro te ler.teu encantamento nas palavras! Lindo demais,Calu! beijos,chica e um ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  2. Esse azul é em homenagem ao lindo estádio do GRÊMIO daqui do Sul? rsrs Daqui a pouco será inaugurado. Daqui da janela do 7º andar vejo toda movimentação nas ruas que levam para lá e teremos show daqui de casa, os fogos todos...De camarote e...pijaminha,rsrs Coisa boa, sem atrolhos. E não somos torcedores do time, mas que tá lindo o azulão,tá! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. ...e frescor e cor chegaram aqui com este azul, este vento fugaz e esta delicadeza de palavras que pousaram em minha retina como um colibri volteando ao redor de uma flor.
    Obrigada pela beleza que trouxe à minha tarde, Calu querida!

    Bjssssss e uma linda noite de sábado,

    Leninha

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida
    Cheguei e tem tanto acumulado que preciso estar mais "azulzinha" (como em seu post) pra marcarmos o cafezinho... um convite seu é imperdível!!!
    Mas no início do ano ficaria mais fácil pra mim... te aviso, tá???
    Bjs de paz e te espero na III Blogagem Coletiva de Natal

    ResponderExcluir
  5. Lindo Calu, mas teu vento não chegou aqui nem estava hoje pela manhã na praia. Nem asa- delta decolou. Paradinho, paradinho. Mas azul? Ah, esse era em profussão!

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Calu, lindo esse azul do céu e esse seu poema que me faz sentir essa brisa que esvoaça a cortina. Sublime!Tenha um óptimo domingo. E Sintra aguarda a sua nova visita! Beijinhos e obrigada. Ailime

    ResponderExcluir
  7. Calu
    que esse ventinho chegue aqui e agora nesse calor de quase verão. (Rio de Janeiro)
    lindo poema
    Zizi

    ResponderExcluir
  8. E o prelúdio do êxtase chega de soslaio pela simples geometria das letrinhas.

    Quando se lê: Confirmação!

    ResponderExcluir
  9. belo poema, Calu, vento e céu também me inspiram constantemente! É preciso sempre conservar esse olhar para as belezas da vida. Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. Espero que o vento ainda chegue por aqui, está um forno!!!
    ótima semana, beijos

    ResponderExcluir

  11. Que lindo Calu!

    Leve, lindo e refrescante.
    O azul é uma cor fascinante.

    Ótimo domingo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. E o vento balança a cortina, para mostrar o verde da planta...
    Beijinho

    ResponderExcluir
  13. Belo poema, Calu!
    Suave como vento batendo na cortina...
    Bj
    Márcia

    ResponderExcluir
  14. Calu ..here i am, a bit late..sorry
    verynice photos, is it your house window?
    with the wind blow...amazing
    i can see summer day there
    have a beautiful summer

    ResponderExcluir
  15. Porque o azul é a cor da alegria,minha preferida e voce com toda sua magia inspirou belamente.
    Aplausos amiga.
    Meu abraço carinhoso.

    ResponderExcluir

Teu comentário é o fractal que faltava neste mosaico.
Obrigada por tua presença querida!