quinta-feira, 28 de setembro de 2017

BC Raio X __ 2017 __ Reviver Emoções





Desconfio que certas palavras possuem ímãs e, pelo que percebo, sou atraída por elas inconscientemente... será? Prossigo para além da questão, mas presa ao ritmo empático que despertam. 
Tenho visto a BC- Raio X, capitaneada pelo amigo TONINHO(link) e pela SILVANA , inspirar muitos participantes e, claro, me encontro neste rol mas, só agora na quadragésima sexta edição venho me juntar ao time participante.
 A palavra ímã parou no "e" de emoções, ou melhor : reviver emoções, um mote irresistível, afinal, não é também desta matéria que somos feitos? Matéria etérea, porém pulsante em nossos poros, viajante nos fluxos sanguíneos irrigando o pulsar das batidas do coração, que não é o depositário das emoções ( segundo meu cardiologista), mas que ribomba intensamente ao sabor delas.



Então " simbora" mergulhar na proposta:

* Já chorou com cenas de filmes ou novelas?

# Hiii... e como! Muita coisa! Muitas vezes! O difícil está em apontar uns poucos exemplos. Minha lista é grande. O que me salva é o verbo reviver. Vou me agarrar nele e buscar lá atrás o címbalo que tocou alto derramando minhas lágrimas livremente.

1_ Sociedade dos Poetas Mortos
2_ O clube da Felicidade e da Sorte
3_ Colcha de Retalhos
4_ Ghost 
5_ A família Bélier 


*Desenho animado, filme ou programa de rádio da sua infância? 

#Na maioridade infantil, fiquei sabendo que: " Selacanto provoca maremoto"(rs), e vcs, sabiam disso?Pois, foi assim, que fiquei aficionada em seriados desde a época do National Kids. Houve também um programa de rádio que logo se tornou televisivo: Tia Gladys e seus bichinhos, apresentado e conduzido pela titular, uma exímia desenhista e contadora de histórias infantis que me encantavam  e, à garotada da minha época.




* Da criança que foi, o que restou dela em vc?

#Tuuudo! Ora, Graças! Tudo mesmo. Creio que só cresci e me adaptei às mudanças físicas, cronológicas e circunstanciais. Umas retive, outras abracei, mas todas foram fermento no corpo e n'alma adicionando movimento e alargando horizontes.

Sou aquela menina ( a La Cora), que corria livre pelos quintais, brincava com borboletas e embalava suas bonecas com cuidados maternais. Sou aquela menina que queria voar num tapete das Mil e uma Noites, conhecer o holandês-voador, visitar o país das Maravilhas e dançar ballet.
Aqui ela está e sempre estará.




O bocado significativo residente em cada emoção, nos faz reviver precioso relicário.
Obrigada, pela oportunidade, Toninho e Silvana.






# devagar irei visitar os demais participantes, ok!



13 comentários:

  1. ADOREI te ver participando e tuas respostas. Muito legal lembrar da Tia Gladis e seus bichinhos que tanto eu adorava e havia esquecido... Muito bom! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida amiga Calu!
    Reviver emoções é um mote irresistível... gostei mutio disso... sendo boa, claro!
    Vivo de saudade saudável e resgato também minha criança interior a cada dia para manter-me de pé... haja o que houver!
    Gostamos de 2 filmes em comum... maravilhosos!
    Também brinquei de bonecas demais (as duas que tive) e andei pelo País das Maravilhas constantemente...
    Alice esteve me rodeando com suas peraltices...
    Gostei tanto de que veio brincar conosco, amiga!
    Seja feliz e abençoada!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Que linda participação Calu, com esta belíssima introdução clássica para abrilhantar a BC nesta chuva de emoções, que os amigos vieram colocar em nossos colos, o que me faz sentir grato pela atenção.
    Reviver é mesmo uma arte pela vida, pois somos garimpeiros de emoções e quando no fundo da bateia depois de tanto gira-la vemos o brilho dourado da procura. Há riqueza Calu, nesta criança que resgatamos para nos seguir pela vida e sei que dela vem a mão quando sucumbimos.
    Linda estreia amiga e que possa estar sempre conosco.
    Um belo fim de semana com paz e alegria na família e no coração.
    Abraços com carinho.
    Bjs de paz amiga.

    ResponderExcluir
  4. Aplausos para sua bela e emocionante participação! Infância é uma época mágica e vale a pena revivê-la, mesmo que seja em lembranças.
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  5. Reviver é sempre bom, suas respostas me fizeram conectar com algumas das minhas vivências. Vou acompanhando os amigos, mas não estou participando.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Linda participação!!!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde, querida amiga Calu
    Sua participação ficou belíssima.
    E sorte a minha de conhecer esta "menina", que hoje é uma grande amiga.
    Fique bem, querida.
    Um abraço apertadinho e mil beijinhos de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  8. Ah reviver! Lembrar bons momentos ....
    É muito bom.
    Nunca sei quando aparece essa BC. Já participei uma vez.
    Vou entrar nessa.
    Gostei da sua postagem e da foto.
    Beijos.
    blogjoturquezzamundial

    ResponderExcluir
  9. Calu,
    1. Adorei (re)conhecer a Calu menina, de laçarotes e olhar sonhador.
    2. Somos feitos de sonhos, de emoções, sim.
    3. Também tenho uma ligação direta entre os olhos e o coração. Choro muito nas cenas mais emocionantes dos filmes. O meu filho acha isso muito engraçado (choro sempre que revejo O Clube dos Poetas Mortos, por exemplo, e acrescentaria A Vida Secreta das Abelhas e A Cor Púrpura).
    Obrigada pelo momento inspirador.
    Beijinho
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  10. Olá Calu, boa noite!
    Gostei de saber um pouco de você, igualmente, gostei da tua participação.
    Muitas lembranças gostosas.
    Um beijinho.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Calu!
    Alguns filmes prefiro assistir sozinha! (rs*) É pegar a caixa de lenços e relaxar!
    O lado bom é que também choramos de felicidade. O que nos sustenta são as boas lembranças. A infância é o baú de sonhos que carregamos para todo o canto. De vez em quando é preciso tirar a criança das sombras para nos vestir de fantasias e purpurinar o mundo.
    Beijus,

    ResponderExcluir
  12. Oi Calu,
    Que linda e poética participação...
    É bom demais reviver emoções
    que nos trazem gostosas e doces lembranças...
    Bjs ;)

    ResponderExcluir
  13. Belíssima participação, que nos permitiu ficar a conhecê-la um pouco mais, Calu!...
    Um beijinho grande! Votos de um feliz fim de semana!
    Ana

    ResponderExcluir

Teu comentário é o fractal que faltava neste mosaico.
Obrigada por tua presença querida!