sábado, 11 de maio de 2013

Há "Mãe" em tudo que há





Se as coisas fossem mães
( Sylvia Orthof) 

Se a lua fosse mãe, seria mãe das estrelas
O céu seria sua casa, casa das estrelas belas.
Se a sereia fosse mãe, seria mãe dos peixinhos
O mar seria um jardim e o barco seus carrinhos.

Se a casa fosse mãe, seria mãe das janelas
Conversaria com a lua sobre as crianças estrelas.
Falaria de receitas, pastéis de vento, quindins,
Emprestaria a cozinha pra lua fazer pudins! 

Se a terra fosse mãe, seria mãe das sementes,
Pois mãe é tudo que abraça, acha graça e ama a gente.
Se uma fada fosse mãe, seria mãe da alegria.
Toda mãe é um pouco fada...
nossa mãe fada seria! 

Se a bruxa fosse mãe, seria uma mãe gozada:
Seria mãe das vassouras da família vassourada.
Se a chaleira fosse mãe, seria mãe da água-fervida,
Faria chá e remédio para as doenças da vida. 

Se a mesa fosse mãe, as filhas, sendo cadeiras 
Sentariam comportadas, teriam boas maneiras.

Cada mãe é diferente:
Mãe verdadeira ou postiça, mãe-vovó, mãe titia,
Maria, Filó, Francisca, Gertrudes, Malvina, Alice,
toda mãe é como eu disse!
---------------  

As doces promessas do poema para crianças, nos envolvem a um só tempo enquanto filhas(os) e agora mães, em caras lembranças.

Desejo que o Dia deste domingo seja repleto de sorrisos e carinhos para todas as mamães da blogosfera.

Feliz dia das Mães!




17 comentários:

  1. Que lindoooo..
    Desejo a ti e todas que o são deste blog um feliz dia das mães.

    ResponderExcluir
  2. Calu, que texto lindo!Adorei e desejo ótimo e feliz dia das mães por aí e às tuas filhas igualmente! Eu peguei uma gripe daqueeeeeelas, quase sem voz, mas espero melhorar pra amanhã, pois a festinha é aqui! beijos,chica

    ResponderExcluir
  3. Oi Calu!
    A Sylvia foi magnífica na defiçãoo do que é ser mãe.
    Mãe,
    Você merece atenção, carinho, cuidado e muito amor. Hoje mais um motivo para celebrar, agradecer e te homenagear. Parabéns pelo teu dia! Um feliz dia das mães recheado de amor, abraços e muitos beijinhos.
    Deixei um mimo pra lhe homenagear na postagem de hoje do gracita mensagens. http://gracitamensagens.blogspot.com.br/2013/05/colo-de-mae.html
    Beijos com meu carinho e minha amizade
    Gracita

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro essa historinha!Linda escolha,Calu!Desejo um ótimo domingo das mães pra vc!bjs,

    ResponderExcluir
  5. Calu querida!
    Que fofo este poema da Sylvia, eu não conhecia.
    E uma mãe fofa e querida é você, por isso te cumprimento hoje, amanhã e sempre.
    Tenha um feliz domingo junto aos seus amados!
    Muitos beijinhos cariocas


    ResponderExcluir
  6. Oi Calu! Que belo poema e com muitas verdades. Realmente há um traço da mãe em todas as pessoas e coisas.
    Tenha um belo dia das mães!

    ResponderExcluir
  7. Ai que lindo, Calu! Tanta ternura nesse poema! Feliz Dia pra ti, amanhã! E para todas a MÃES que passam por aqui!

    beijos da pitanguinha

    ResponderExcluir
  8. Belíssimo Calu, uma linda homenagem a nós mães.
    Obrigada pelo carinho. Te desejo um lindo dia das mães. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  9. Olá Calu, maravilhoso esse poema! Uma pérola essa definição de mãe. Grata por partilhar. Desejo-lhe um Feliz Dia das Mães. Beijinhos Ailime

    ResponderExcluir
  10. Muito fofo seu poema! Parabéns, feliz dia das mães!

    ResponderExcluir
  11. Nossa, que legal... meu filho declamou esse poema pra mim na escola quando tinha 4 aninhos... lindooo!!! Eu sempre me amarrei nesse poema, é muito legal, neh?

    Bjus e obrigada pelas palavras carinhosas no meu blog. Volte sempre!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi Calu
    Muito fofo e creio que tem um fundo de verdade nesse poema. Adorei!
    Feliz dia das mães para vc também minha querida amiga!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  13. Que post meigo, Calu!
    Prazeroso como um buque de mães...

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  14. Oi, Calu!!
    As mães nos fazem lembrar que um dia fomos crianças, um tempo adormecido que em nossas lembranças é desperto sempre com muito aconchego para a nossa alma e por isso a necessidade de mantermos vivas as crianças que ainda estão em nós.
    Felizes dias!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  15. Oi Dona Calu,
    Parabéns pelo dia das mães! É com um dia de atraso mas não pude escrever ontem pois eu estava na fazenda e lá não tem acesso à internet. Assim como a Tatiana, eu não pude estar ontem com a minha mãe. Entretanto, vocês estão constantemente nos nossos pensamentos e sempre lembramos com muita alegria de vocês. A Tatiana fica sempre um sorriso no rosto quando ela fala de você. Dá para notar o carinho, orgulho e também a saudade.
    Um abraço,
    Danilo
    P.S. Mais uma vez parabéns pelo blog. Eu leio sempre pois o conteúdo é muito interessante e é uma oportunidade de conhecer melhor a mãe da Tatiana. Não é a toa que a Tatiana seja esta pessoa incrível que eu tive a sorte de conhecer.

    ResponderExcluir
  16. Oi Calú
    Que saudade. Desculpe-me da ausência. Estou com muitos afazeres. Mas vir aqui e ver esta postagem maravilhosa, valeu a
    pena. Aliás adoro tudo que você posta. Feliz dia das mães para você também.

    Lindos dias
    Beijos.

    ResponderExcluir

Teu comentário é o fractal que faltava neste mosaico.
Obrigada por tua presença querida!