domingo, 28 de abril de 2013

Habemus Lux





Ando bem influenciada  pela passagem destes dias como vcs tem visto por aqui.Busco a luz natural feito mariposa alvoroçada pelos efeitos deste bem gratuito e abundante aqui nos trópicos.Sofremos, é verdade, de muitas mazelas sociais, de outra naturais provocadas pela desordem humana endêmica em nossa sociedade, mas temos um alento, temos luz-solar abundante, alimentícia do corpo e da alma e, não sou eu apenas que afirmo isto, basta fazer uma busca no titio Google sobre o assunto e haverá uma canseira de opções.

Quando eu tinha lá pelos meus 9/10 anos, sentia muitas dores nas pernas que meu padrinho e médico dizia serem de crescimento e pouco havia a ser feito, exceto uma medida simples que poderia ajudar: os banhos de luz,isso mesmo, como no sucesso musical do anos 60, Banho de Lua, na voz da Celi Campelo, só que eu tomei banho de luz infravermelha que renova células musculares e alivia dores. Hoje com mais estudos a respeito há muitos outros usos pra este miraculoso recurso da luz artificial que foi composta a partir do que observou um astrônomo inglês em 1800.De lá pra cá, inúmeros avanços tem acontecido no campo medicinal em tratamentos utilizando as muitas faces da luz, natural e artificial.

Já foi comprovado que a falta da luz/luminosidade solar acabrunha nossas células, provoca melancolia,e outros males do corpo e da mente.Os povos do norte que passam por longos e rigorosos invernos com pouca incidência de luz sabem bem disto e sofrem com estas circunstâncias.Os antigos faziam celebrações à primavera e ao verão,não à-tôa, e sim por pura necessidade, vai que as tais estações se sentissem desprezadas pelos humanos e não quisessem voltar no ano seguinte, nem pensar!Era um risco que não poderiam correr. Há uma lenda bonita sobre os girassóis voltarem-se sempre para o sol e, como toda lenda deve ter seu fundo de verdade nesta sabedoria nata da flor.

Enquanto o verão nos aquece além do que gostaríamos, as demais estações do ano nos acalantam com seus dias luminosos, mesmo no inverno mais sentido de algumas regiões.Desnecessário discorrer aqui sobre os benefícios da luz solar na medida certa e com proteção adequada, até porque não é minha intenção apontar detalhes médicos e nem sou capacitada pra isto.O que me ressalta aos olhos é a influência percebida no humor das pessoas, pra falar o mínimo, neste dias de alta luminosidade e clima ameno, que se destacam em semblantes mais alegres como os das duas funcionárias da limpeza pública daqui da rua.Uma estava no começo a outra mais perto do meio e se falavam sorrindo:
___ Olha que dia está fazendo!
____ É, hoje está perfeito.

Se mesmo em meio ao trabalho cansativo, as pessoas estão sentindo na pele e n'alma os benefícios da natureza luminosa, não se pode duvidar que um das primeiras palavras  criadoras , seja :
 " Faça-se a Luz!" 

****** 
Imagem:pinterest(magicalnature)

18 comentários:

  1. Lindo,Calu! Também adoro a luz e preciso dela. No inverno, cinza e sombrio fico maluca,rs(um pouco mais!)

    Sempre fui assim e minha casa ,ainda bem a tem bastante. Entra o sol como convidado importante e bem recebido sempre. Adooooooro! beijos,lindo domingo( já passeamos com a Cuca no sol. Está até calor!, mas o céu anil!)
    chica

    ResponderExcluir
  2. BOM! ÓTIMO!
    "A sabedoria nata da flor"... e dos animais ;-) meu boxer vem reclamar pra mim, quando as nuvens escurecem ...

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  3. Lindo post, Calu, tanto quanto esta luz que nos tem sido ofertada neste outono maravilhoso!Tem sido realmente um bálsamo para depois dos dias abrasadores que tivemos, e eu que o diga, pois tenho tomado banho de sol quase todos os dias ou se estou num ônibus, procuro sempre a janelinha que bate sol, ele tem sido acariciador, vai trazer de volta minha saúde e estou tão feliz por ter esta benção sobre nós.
    As pessoas não falam de outra coisa no momento, estão encantadas com o azul do céu, perfeito, sem nuvens e a temperatura que todos sonhamos para o ano inteiro.
    O outono é mesmo a minha estação preferido, amo muito tudo isso.
    um grande abraço outonal, querida amiga.


    ResponderExcluir
  4. Nesta época o sol chega aqui bem cedinho pela varanda!
    Ah! Como me lembrei de quando secava os cabelos ao sol e ele parecia ganhar o brilho do mesmo. Hoje a pressa, a correira nem sempre permitem.
    E já que compartilhamos o gosto pelo sol e por Manoel, deixo um poeminha para adoçar a semana que se inicia;

    Ele era um andarilho.
    E tinha um olhar cheio de sol
    de águas
    de aves.
    Ao passar pela Aldeia
    Ele sempre me pareceu a liberdade em trapos.
    O silêncio honrava a sua vida.

    Bj

    ResponderExcluir
  5. Calu, é gratificante ler seus textos. Eu amo lê-los, não só pelas ricas informações, mas como o escreves de maneira soberba. Olha que dimenção destes a luz? Lindo! É como estar no meu quintal e ver o profundo azul do céu! Grande abraço e rica semana! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom texto ressaltando a beleza desses dias que nos têm sido agraciado pelo sol e brisa.
    Bjs, Boa smeana.

    ResponderExcluir
  7. Que nossa amizade continue eterna
    e tenham sempre um lugar especial em nossos corações,
    e nossa jornada de hoje e de sempre esteja repleta de flores,
    paz e amor.
    Que DEUS: esteja sempre com sua mão
    estendida apontando o caminho correto
    por onde devemos prosseguir .
    Uma feliz e abençoada semana.
    Beijos,Evanir..

    ResponderExcluir
  8. Oi Calu, a poucos dias disse a uma amiga blogueira numa entrevista (ainda não foi ao ar) que não vivo sem a luz, o brilho e o calor do sol! É uma energia contagiante, animadora e que mt bem me faz! Amo!!!
    Louvado seja Deus que nos presenteou com a luz, sendo Jesus Cristo a maior luz de todas!
    Linda semana pra vc! :))
    Bjssss
    viveraprendendo.com

    ResponderExcluir
  9. Verdade por isso que países lindos e maravilhosos da Europa mas que são frios devido o clima o suicídio é altíssimo, precisamos de luz.

    ResponderExcluir
  10. Calu, eu sou mais adepto do frio... Mas sei que grande parte das pessoas não é, tanto que existe casos clínicos de depressão sazonal, inclusive, há um caso em minha família.
    Acerca da luz infravermelha, é realmente muito eficaz em fisioterapia, usaram em mim quando detonei os ligamentos dos joelhos.
    Obrigado por liberar as imagens! :)
    Tenha uma boa noite.

    ResponderExcluir

  11. Oi Calu,

    Bem verdade. Isto já é até fato comprovado. E nós mesmos sentimos a diferença que ocorre em nosso humor em dias ensolarados e iluminados. Os dias cinzas cobrem-nos de melancolia. Por isso é até aconselhado que se tome sol pelo menos vinte minutos por dia (no horário recomendado) para ajudar no combate à depressão e ao estresse, além de ser bom para os ossos.

    Eu amo a luz irradiada pelo sol.

    Habemus Lux.

    Belo e excelente texto.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Yes, Calu! Thank you for your sweet visit and your post. Yes, let there be light!

    ResponderExcluir
  13. Olá Calu, nesta época aqui no Pará chove muito, é inverno, imagine que dias tristes de chuva, vejo desta maneira, eu acho que sou um girassol, sou apaixonada pelo sol, sou movida por ele, no inverno fico sem vida.
    Lindo texto amei.
    Parabéns pela vitoria da BC do Christian.
    Aguardo para ler seu post preferido por lá. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  14. Calu,

    O primeiro inverno que passei aqui, parece que durou um ano. Ele nunca que acabava, e eu já não estava aguentando mais. Acostumada com o calor e o sol do Rio de Janeiro, ficar sem essa luz por meses, não estava sendo fácil.
    Acho que todas as estações são necessárias e bem vidas. Aprendi com o tempo, a me acostumar com isso, e hoje, já me preparo pra ficar sem luz alguns meses. Digo isso porque o inverno daqui, dura 3 meses no calendário, como em todos, mas faz frio por mais de 6 meses.
    E, já está tudo preparado pra esperar a estação mais fria do ano. E, se não houver a luz do sol, vou procurar brilho nas coisas lindas da natureza.

    Lindo texto!

    Um lindo dia!Beijos

    ResponderExcluir
  15. Dá mesmo pra sentir, pra reparar - e celebrar - a energia maravilhosa que a luz nos traz! (No Inverno, então? Quando chega o Sol... ) A sabedoria dos girassóis / "sunflowers"... Lindo este post, Calu! Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Oi minha linda.. saudade de você e desse cantinho fofo..
    Esses dias estão meio loucos..
    Mas quando é que as coisas voltarão ao normal meu Deus? srsrrrs
    Amei o texto..
    Sabe amiga.. eu adoro o sol.. dias ensolarados...
    Na minha opinião são dias mais felizes..
    Quer me ver com um sorrisão de ponta a ponta? É acordar no domingo e o céu estar azulzinho e o sol a brilhar.. meu humor fica no alto..
    Amo.. Amo.. Amo...

    Já dias nublados me dão uma tristeza..

    Como eu trabalho o dia todo dentro de um escritório, quase não sinto o sol.. e quando posso então eu amo ficar sentindo o calor dele entrar em minha pele, as formigas morrem de rir, elas não acreditam que sinto o sol.. srr

    Obrigada por partilhar um texto tão lindo conosco...

    Beijokas minha linda.. e um super feriado viu?

    ResponderExcluir
  17. Olá Calu,
    Que viva os dias iluminados pelo brilho do sol. Eu adoro o outono por isso. O dia é lindo...Claro...E o sol nos possibilita encara-lo de verdade. Como fico bem e revigorada quando abro a janela e vejo que o dia está ensolarado. É uma verdadeira recarga de energias.
    Bons fluidos.
    Beijos mil

    ResponderExcluir
  18. Oi Calu
    Nossa que texto lindo! Eu adoro a luz, seja da lua, seja do sol, não gosto da escuridão, me deixa deprimida.
    Bjos.

    ResponderExcluir

Teu comentário é o fractal que faltava neste mosaico.
Obrigada por tua presença querida!