quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Linhas Rabiscadas


Levante a mão aí,quem nunca rabiscou! Eu acho que serão pouquíssimos os apresentados.Uma tentação irresistível é ficar dando volteios com o lápis ou a caneta naquela pontinha final do caderno. E a última página, então? Essa é terra de ninguém. Enquanto o(a) professor(a) está lá na frente suando regras, os alunos(em sua maioria, né?)estão com um olho nele e outro na garatuja que surgiu no papel.

Uma bolota vira escudo do time.Uma linha, horizonte. Meio círculo, pode ser um sol, um bonequinho e quantas coisinhas mais a imaginação permitir.Mas, sendo justa, não são só os alunos não.Hoje, adultos,quem não tem um risca-rabisca na sua mesa de trabalho,heim?      Ô trocinho bem bolado, este!

Já foi comprovado que rabiscar é altamente positivo para incentivar diversas conexões ao mesmo estímulo.Deve ser por isso, que em todos os seminários, palestras e afins, ganha-se na entrada a famosa pastinha com bloquinho e caneta para anotações.Boa desculpa, não é?Porém, uma das importâncias de tudo isso, está no nosso olhar sobre esta ação tão habitual e inocente com saudosas recordações do tempo de colégio, quando fazíamos de rabiscos, imagens, representações,cenas, figuras e o que mais dali surgisse durante o tempo corrido da aula.Inutilidades? De jeito nenhum.

Estávamos desenvolvendo nossa capacidade de interagir e responder ás múltiplas exigências do momento e nos esforçávamos para dar conta de tudo, até conseguindo,na maioria das vezes.E, sem muita consciência nos preparávamos para as responsabilidades da vida adulta, com leveza, usando da brincadeira e da arte como suportes para deixar a imaginação voar. 


E agora? Quando temos nos dado esta chance novamente? Usarmos da brincadeira e da arte para suavizar a vida. Dar leveza ao que nos pesa. Dar simplicidade ao complicado?
Vivendo o nosso tão conturbado tempo, vejo a tremenda necessidade de voltarmos a rabiscar sonhos, a fazer dum borrão, um desenho animado e ajudar com lápis-de-cor a pintar carneirinhos no céu.
 Precisamos dessas possibilidades para nos recordarmos que somos capazes de criar cenas bonitas, singulares ou plurais, mas sempre traçando um desenho melhor a cada página da vida.
Calu
----------------------------------------------------------------   


Imagens: RevistaSuper, Boysen-Home

19 comentários:

  1. Oi, Calu...

    Eu levanto as duas mãos...heheheh
    Parece T.O.C...e meus rabiscos povoam estrelas...milhares...notas musicais, muitas, muitas e flores...muitas vezes não queria ter ou fazer isso...mas acredito que seja T.O.C mesmo...rss, o jeito é tentar ficar feliz, pois os rabisccos desenhos ficam até lindos perto de minha letra indecifrável...só eu entendo...ahhauh
    Belo post, não estou sozinha...
    Bjs,

    ResponderExcluir
  2. Oi, querida Calú!
    Você, com seu jeito eterno de mestra, fez-me voltar aos tempos de sala de aula e eu, sonhadora que era, vivia nos rabiscos na última folha do caderno. Adorava desenhar casa, rio, árvores, um conjunto de coisas que eu já amava e codificava em meu cérebro para realizar no futuro. E foi assim que busquei morar entre as árvores e natureza por muitos anos.
    Depois, já adulta, estes signos da infância, deram lugar à realização de artes manuais, onde desenvolvi tapeçaria arraiola e enfeitei minha casa, aprendi um pouco de pintura a óleo e enfeitei mais ainda a casa, artesanatos que fiz muito para mim mesma e presentear pessoas amadas.
    Hoje, sinto que preciso voltar a fazer este movimento na vida, pois ajuda-nos a abrir um terceiro olho, aquele da criatividade e busca pelo belo.
    Lindo texto como sempre, parabéns!
    beijos, grandes, cariocas

    ResponderExcluir
  3. Caluuuuu
    Que delícia fazer rabiscos.
    Eu fazia folhas de plantas, todas iguais. Era o desenho que minha mãe usava para os bodados em suas toalhinhas de mesa. Fazia muita casinha com árvore. (Depois de adulta entendi o porque disso). Até que aprendi a fazer um elefante atrás do muro, daí só dava ele, ou ela. Eita imaginação.
    Ah...a última folha do caderno era a melhor, fazia trovinhas, bobas, mas cheias dos meus sentimentos.
    Tempo bom.........

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Quem não rabiscou??? Poucos, creio... E até hoje, enquanto estou ao telefone, faço rabiscos...beijos,lindo dia,chica

    ResponderExcluir
  5. Oi Calu!
    Que post bacana!
    Adorei a comparação que você fez!
    Eu vivia rabiscando... Agora, como pouco fico com caneta e papel por perto, essa mania até passou.
    Era obsessiva em desenhar estrelas e cubos. Tem alguns significados na psicologia para alguns rabiscos específicos, mas agora não me lembro o significado dos meus. hehe
    Obrigada pelo comentário e pelo carinho lá no blog.
    Apareça sempre por lá! Também adorei o seu! É um cantinho muito gostoso! Sensível e inspirador. :)
    Beijos, bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  6. Calu querida,
    Gosto mesmo é de pintar carneirinhos no céu. Fui e sou rabiscadora, mas dos meus rabiscos nada se aproveita. Lindíssima e profunda reflexão! tornar simples o complexo é aprendizado para a vida inteira, exceto para iluminados.
    Girassóis nos seus dias, anjo bom! Beijos

    ResponderExcluir
  7. Que show Calu, que bela arte para uma reflexão.Começa como um nada e vai nos envolvendo num recordar e nos coloca ao tempos idos e belamente fecha numa reflexão de vida, que ser quer mais vivida.Então vamos rabiscar nossos passos.
    Adorei.
    Um carinhoso abraço.
    Bju.

    ResponderExcluir
  8. Calu,
    Com toda essa tecnológia eu ainda tenho vários caderninhos espalhados pela casa, anoto frases e escrevo versos. Gostei muito das suas palavras.
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir
  9. Oi Calu, gosto muito de te ler, desperta em mim coisas boas, lembranças, e sempre uma nova lição de vida.
    Eu tenho costume de rabiscar qdo estou ao telefone e até nas listas do mercado qdo estou pensando o que colocar sai rabiscos, é impressionante e eu nem tinha reparado muito nisso até te ler, adorei!
    Que seu fim de semana seja repleto de coisas boas, beijos no coração!

    ResponderExcluir
  10. Calu,essa mania é algo que perdura mesmo por toda vida,enquanto falamos ao telefone, ou numa mesa de bar...somos rabiscadores naturais!...rss...eu amei o seu texto,tão significativo!bjs,

    ResponderExcluir
  11. Oi Calu!!!Boa tarde!!!

    Linda a sua reflexão que passa dos simples rabiscos ao traçado de nossas vidas...
    Bjssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  12. AMIGA CALU, SEU POST ESTÁ LINDO! E É VERDADEIRO!
    RABISCAR É BOM... É PENSAR COM A MÃO.

    BEIJÃO
    JAN

    ResponderExcluir
  13. Já rabisquei tanto!!! (rss) Estrelas eram as minhas favoritas. Talvez por isso, ainda hoje, as olhe de maneira diferente, como uma inspiração.
    Na vida, estamos sempre a rabiscar. Se não sai uma criação que nos agrade, começamos de novo.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Eu vivo rabiscando!!!! rs
    Beijos, Calu!!!

    ResponderExcluir
  15. Oi Calú! Levanto as mãos , pé, cabeça e tudo para os rabiscos... Rabiscar faz parte da minha vida desde criança. Parece que a minha mão tem até lápis, caneta e papel imbutido.
    Meu filho diz que onde passo deixo meus rabiscos. Adorei o texto. Beijos e ótima semana. Ótimo feriado!

    ResponderExcluir
  16. Minha doce Calu, eu no telefone rabisco ainda rsrs

    É uma delícia!!! :)
    Meu lance era rabiscar coração...sabe o que eu gostava quando estava na escola? copiava um desenho numa folha sulfite e em volta dele enchia de pequenos corações quando não tinha nada pra fazer...ou quando até tinha rsrs

    beijokitas recheadas de muito amor e carinho pra vc!!! Te adoro!

    ResponderExcluir
  17. Bom dia,Calu!!

    Rabiscar é bom!!rsrsr
    Deixa a imaginação livre!!!Para criar é bem útil!!
    Não devemos perder esta oportunidade de dar asas aos sonhos, de criar possibilidades...tudo sempre começa na mente!Com uma pequena idéia...
    Então...vamos lá!
    Beijos pra ti minha querida!!!
    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  18. Calu, eu sempre vivi rabiscando cantinho de caderno, bloquinho, agenda, e agora meus rabiscos virtuais viram postagens no bloguinho!bjs Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  19. Calu,passando hoje para reler o seu texto e agradecer sua gentil visita tb!Bjs,

    ResponderExcluir

Teu comentário é o fractal que faltava neste mosaico.
Obrigada por tua presença querida!